Presidente da FPF recusa agrados de Del Nero e intensifica disputa pela CBF

Danilo Lavieri e Rodrigo Mattos

Do UOL, em São Paulo e no Rio de Janeiro

  • CRÉDITO: RODRIGO CORSI/ FPF/

    Reinaldo Carneiro Bastos, no centro, oficializa oposição a Del Nero

    Reinaldo Carneiro Bastos, no centro, oficializa oposição a Del Nero

O presidente da Federação Paulista de Futebol, Reinaldo Carneiro Bastos, recusou o convite de Marco Polo Del Nero para ser o chefe da delegação da seleção brasileira na Copa do Mundo da Rússia.

O mandatário da CBF (Confederação Brasileira de Futebol) ainda convidou Reinaldo para ser vice-presidente de seu sucessor ideal, Rogério Caboclo. Ele também ouviu não como resposta.

As recusas aos agrados oficializam Reinaldo como oposição a Del Nero na corrida de sucessão na entidade que comanda o futebol brasileiro.

Como mostrou o UOL Esporte, o presidente da CBF tenta manobra política para fazer seu sucessor. Reuniões nesta quinta e sexta-feira na CBF e até na casa de Del Nero tentam definir, sem a participação dos clubes, que Caboclo seja candidato único nesta corrida.

Para que isso ocorra, ele precisa do apoio de 20 das 27 federações. Isso inviabilizaria a candidatura de Reinaldo, já que é obrigatório que oito federações apoiem a entrada no pleito. Para manter seu plano, Reinaldo viajará para o Rio de Janeiro para conversar com as federações.

Del Nero foi suspenso pelo Comitê de Ética da Fifa em 15 de dezembro de 2017 diante das acusações de que levou propina em contratos da CBF e da Conmebol - ele é indiciado nos Estados Unidos, não irá para a Copa do Mundo com a seleção e está proibido pela Fifa até de entrar na sede da CBF no Rio de Janeiro.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos