Brasileiro é um dos acusados em esquema de apostas na 2ª divisão portuguesa

Do UOL, em São Paulo

A Polícia Judiciária de Portugal denunciou nesta quinta-feira quatro ex-jogadores do Oriental, clube da cidade de Lisboa, que teriam recebido dinheiro para perder jogos. A informação foi divulgada pelo jornal Diário de Notícias e diz respeito à campanha do clube na segunda divisão portuguesa da temporada 2015/2016.

A denúncia faz parte da chamada Operação Jogo Duplo e envolve os atletas Rafael Veloso (goleiro), Diego Tavares (zagueiro, brasileiro, com passagens por clubes da Bahia), André Almeida (também zagueiro) e João Pedro Carvalho (lateral esquerdo). Cada um deles teria recebido 7,5 mil euros (R$ 30 mil em valores atuais) para perder um jogo contra o Leixões no dia 27 de abril de 2016. A partida terminou com vitória do Leixões por 1 a 0.

A investigação aponta que o jogo entre Penafiel e Oriental, realizado em 30 de abril de 2016 e encerrado com vitória do Penafiel (4 a 2), "também teria sido manipulado". No fim, o Oriental foi um dos cinco clubes rebaixados à terceira divisão portuguesa na ocasião, ao lado de Farense, Mafra, Atlético e Oliveirense.

Segundo a denúncia, escutas telefônicas autorizadas pela Justiça portuguesa apontaram que o zagueiro brasileiro Diego Tavares informou a Carlos Silva e Gustavo Oliveira, intermediários de investidores da Malásia, quais jogadores estariam "dispostos a perder o jogo". A dupla então encontrou os quatro jogadores em um hotel de Lisboa para realizar o acordo.

O responsável pela investigação assegura que houve um acordo para que o Oriental estivesse em desvantagem nos dois tempos do jogo contra o Penafiel, de forma a atender apostadores. No intervalo, o Penafiel já vencia por 2 a 1; depois, confirmou a vitória em 4 a 2.

"No segundo tempo, quando o resultado estava 3 a 2, o acusado Diego Tavares, substituído, foi ao vestiário e trocou mensagens com o acusado Carlos Silva, perguntando se bastaria o 3 a 2; Carlos Silva respondeu que era necessário que sofressem mais um gol, para assim perderem também a etapa final", relata o jornal português.

De acordo com informações da Polícia Judiciária de Portugal, um jogo da segunda divisão local movimenta, em média, 30 milhões de euros (R$ 120 milhões) em apostas ao redor do mundo. A investigação do caso envolve 27 acusados, sendo oito ex-jogadores do Oriental, além de atletas com passagens por clubes como Oliveirense, Penafiel e Acadêmico de Viseu.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos