CBF ameaçou cortar verba de federações que não fechassem com Del Nero

Danilo Lavieri

Do UOL, em São Paulo

As federações que cogitavam não manifestar apoio a Caboclo na sucessão a Del Nero foram ameaçadas de ficar sem o repasse de verbas feito pela CBF (Confederação Brasileira de Futebol). Foi assim que o atual presidente se livrou de qualquer risco de ver Reinaldo Carneiro Bastos, presidente da FPF, com condições de se candidatar como opositor. Para se ter uma ideia, o balanço do ano passado mostrou que a Federação do Maranhão, por exemplo, recebeu R$ 1,73 milhão. A do Piauí engordou as suas contas em R$ 1,49 milhão. As duas federações foram as que mais ganharam da CBF em 2017 e estão entre as que prometeram apoio a Caboclo. A CBF nega que tenha feito tal ameaça.

Para ler esta notícia na íntegra, além de outras novidades dos bastidores da bola, leia a coluna De Primeira.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos