Cruzeiro cogita emprestar promessa após recuperação de dois anos e meio

Enrico Bruno

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Washington Alves/Light Press/Cruzeiro

    Judivan se animou com retorno no ano passado, mas anda sem chances no time de 2018

    Judivan se animou com retorno no ano passado, mas anda sem chances no time de 2018

Promessa das categorias de base do Cruzeiro e querido pelo torcedor, o garoto Judivan pode estar com os dias contados na Toca da Raposa. Aos 22 anos, atacante ficou dois anos e cinco meses se recuperando de uma grave lesão no joelho esquerdo, voltando aos campos em novembro do ano passado. Agora, justamente quando está à disposição de Mano Menezes, a diretoria cogita emprestá-lo a outra equipe.

Quem está ciente da possibilidade real de negociar Judivan é Mano Menezes. Apesar de não ter Fred, lesionado, o técnico ainda possui Rafael Sóbis, Raniel e em breve Sassá, o que dificulta as chances de Judivan conseguir uma vaga no time.

"A gente tem um número maior de atacantes, estamos segurando um pouco mais em relação ao Judivan. Temos recebido consultas de times interessados em levá-lo e estamos analisando para que essa questão seja uma questão muito boa. Se fizermos, vamos fazer para uma estrutura muito boa para evoluir da maneira que vem evoluindo. O Judivan não ficou fora de nenhum treinamento, está dentro do nível que queremos e vamos continuar pensando assim", comentou o treinador.

O final do ano passado foi animador para Judivan. Ele retornou aos gramados em novembro e entrou em outras duas partidas na reta final do Brasileiro, marcando um gol e animando a torcida pelo bom retorno depois de tanto tempo sem sequer participar dos treinamentos. A expectativa de vê-lo com mais frequência, porém, ainda não aconteceu em 2018. Judivan é um dos poucos jogadores do elenco que ainda não recebeu uma chance dentro de campo. Na partida contra a URT, Mano optou por escalar o time reserva, mas o atacante não foi utilizado entre os onze iniciais e acabou preterido também nas alterações feitas pelo comandante.

Recentemente, o Fortaleza chegou a admitir o interesse pelo jogador, atendendo a um pedido do técnico Rogério Ceni. Porém, a proposta não chegou à mesa da diretoria celeste e as partes não avançaram no possível negócio. Segundo a Rádio Itatiaia, o Paraná também mostrou vontade em levar o atleta, mas quem está mais próximo de acertar com o jovem é o Sport, que também entrou na jogada e tem conversas adiantadas para efetivar a transferência. Profissional do Cruzeiro desde 2014, Judivan se machucou no ano seguinte em uma partida defendendo a seleção brasileira sub-20, interrompendo sua ainda curta carreira no futebol.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos