Ex-jogador do Liverpool se desculpa por cuspir em menina fã do United

Do UOL, em São Paulo

  • Reprodução/Daily Mirror

    Incidente aconteceu no sábado após o clássico entre Manchester United e Liverpool

    Incidente aconteceu no sábado após o clássico entre Manchester United e Liverpool

O maior clássico do futebol inglês terminou em polêmica para Jamie Carragher, ex-jogador do Liverpool, que hoje trabalha como comentarista da Sky. Ao deixar o estádio Old Trafford de carro no sábado, após a vitória do Manchester United por 2 a 1, o ídolo lidou com provocações de um grupo de torcedores e cuspiu na direção de uma menina de 14 anos.

A cena foi filmada pelo pai da adolescente, através de um telefone celular, e acabou vendida para o "Daily Mirror", um dos tabloides mais populares do país.

Mais tarde no próprio sábado, o ex-jogador de 40 anos procurou a família da adolescente para pedir desculpas. Através de um comunicado oficial, a Sky afirmou que o comportamento de seu comentarista é "inaceitável".

Na noite de sábado, o antigo jogador do Liverpool usou sua conta no Twitter para se desculpar publicamente pelo incidente.

"Totalmente fora de ordem, eu me desculpei pessoalmente com toda a família nesta noite. Eu fui provocado umas três ou quatro vezes enquanto estava sendo filmado e perdi a cabeça. Sem desculpas", manifestou Carragher.

A curiosidade sobre o incidente é que Carragher já viveu o lado oposto deste tipo de agressão quando era jogador. Em um jogo da Copa Uefa de 1998, o inglês foi alvejado por uma cusparada do russo Aleksandr Mostovoi, então atleta do Celta, da Espanha.

Carragher inicialmente estava escalado pela Sky para comentar a partida entre Manchester City e Stoke City, nesta segunda-feira, pela Premier League. No entanto, a expectativa é de que a emissora exclua o ex-jogador da transmissão. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos