Resta 1: só o Atlético-PR ainda não perdeu entre os 40 maiores do Brasil

Napoleão de Almeida

Colaboração para o UOL

  • Miguel Locatelli/Site Oficial

    João Pedro comemora: Atlético é o único ainda invicto nas duas principais divisões nacionais

    João Pedro comemora: Atlético é o único ainda invicto nas duas principais divisões nacionais

Só o torcedor do Atlético Paranaense não sabe como é o gosto de uma derrota na temporada 2018, entre os 40 clubes das Séries A e B do Brasileiro, após dois meses e meio de disputas entre Estaduais, Copa do Brasil e Copa Libertadores.

Com treze jogos no ano, o Furacão segue imbatível com uma marca de oito vitórias e cinco empates, entre Paranaense e Copa do Brasil. Nesta quarta, colocará a marca em risco diante do Ceará, pela copa nacional, jogando em Fortaleza após empatar o jogo de ida em 0 a 0 em casa.

O Atlético tem uma estratégia diferente para a temporada: mantém uma equipe completamente diferente nas duas competições que disputa até aqui – e ainda disputará a Copa Sul-Americana. No Estadual, manda a campo um time formado prioritariamente por pratas da casa com alguns reforços pontuais, como o atacante Ederson, artilheiro do Brasileirão 2013. Nas Copas, manda a campo seu elenco principal, comandado pelo técnico Fernando Diniz. Essa equipe só atuou em três partidas até agora, com dois empates e uma vitória.

No Paranaense, o time B é o líder no geral com o maior número de pontos, o melhor ataque (17 gols) e a melhor defesa (3 sofridos), mas o regulamento prevê que os clubes joguem uma semifinal e uma final de turno. Para ser campeão, o Atlético precisa vencer a Taça Caio Jr., nome do segundo turno, e avançar até a final.

Isso porque o torcedor atleticano já sentiu o gosto amargo de uma eliminação, mesmo sem perder nos 90 minutos. Ao empatar com o Rio Branco em casa, na semifinal do primeiro turno do estadual, acabou caindo nos pênaltis. Quem levou o primeiro turno no Paraná foi o Coritiba.

Em divisões menores, ainda há sete invictos

Duas equipes que disputarão a Série D do Brasileiro e uma que estará na Série C ainda não perderam no ano. Conterrâneo do Atlético, o Operário de Ponta Grossa disputa a segunda divisão no Paraná, mas estará na Terceirona nessa temporada. O atual campeão brasileiro da D jogou cinco e venceu todas na divisão de acesso paranaense.

O Moto Club, do Maranhão, irá jogar a Série D e dá demonstrações de que irá forte: em sete jogos no Estadual, são quatro vitórias e três empates. Quem também estará na D e segue invicto é o Plácido de Castro, do Acre, com três vitórias e dois empates em cinco jogos.

Sem divisão nacional, mas fazendo sucesso em seus estaduais, estão Águia Negra-MS (5v e 3e), Sete de Setembro-MS (5v e 4e) – ambos podem se enfrentar na decisão do Sul-Matogrossense, se passarem pelas quartas e semifinais; e dois casos curiosos: o do Luziânia, da cidade homônima de Goiás, mas que joga o campeonato do Distrito Federal e está na sétima posição, com duas vitórias e oito empates. E o Olímpico-SE (3v e 7e), que embora invicto, estaria eliminado da decisão, pois é o terceiro no hexagonal final.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos