Dono do PSG é condenado a pagar R$ 72 milhões no Egito, diz jornal

Do UOL, em São Paulo

  • Valery Hache/AFP

O dono e presidente do PSG, Nasser  Al-Khelaifi, foi multado em 18 milhões de euros (cerca de R$ 72 milhões) por sua empresa Bein Sport violar a lei sobre a proteção da concorrência no Egito, informa a imprensa francesa nesta terça-feira.

De acordo com o jornal "Le Parisien", um tribunal comercial egípcio declarou culpada a empresa de Nasser  Al-Khelaifi de ter imposto aos assinantes a substituição da operadora de satélite (egípcia) Nilesat por uma operadora do Qatar para permitir a recepção dos canais.

Não foi a primeira vez que dono do PSG foi condenado na corte. Em 30 de janeiro, o mesmo tribunal impôs uma multa similar por Khelaifi e a rede de televisão venderem campeonatos esportivos de forma conjunta.

Nasser Al-Khelaifi está no Brasil desde a última segunda-feira para uma visita a Neymar, jogador do clube que se recupera de uma cirurgia no pé direito em sua mansão em Mangaratiba.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos