Caboclo faz maratona de reuniões com clubes para reduzir pressão na CBF

Dassler Marques, Pedro Ivo Almeida e Ricardo Perrone

Do UOL, no Rio de Janeiro e em São Paulo

  • Rafael Ribeiro/CBF.com.br/Divulgação

Após articular junto a Marco Polo Del Nero sua candidatura única para a próxima eleição da CBF, o atual CEO e futuro presidente da entidade, Rogério Caboclo, já age politicamente para deixar o terreno mais tranquilo durante seu mandato. Se na última semana os encontros eram com federações para viabilizar sua vitória no pleito, o papo agora é com clubes.

Ciente da insatisfação de parte dos times das séries A e B com o processo que confirmou sua candidatura única, Caboclo convocou reuniões com presidentes e principais dirigentes de cada um dos 40 clubes para amenizar a pressão e espantar uma crise que se desenhava entre as partes.

Os encontros começaram nesta semana. Clubes de Minas Gerais e parte do Nordeste já sentaram com o futuro presidente da CBF. A ideia é realizar encontro em blocos, estreitando conversas e atendendo as demandas de cada região.

Na manhã desta quarta-feira (14), outros clubes do Nordeste, com alguns presidentes de federações locais, tinham agenda marcada por Rogério Caboclo.

A ideia do comando político da entidade é que times de São Paulo, Paraná, Rio Grande do Sul e Rio de Janeiro sejam recebidos nos próximos dias.

O Palmeiras, por exemplo, será recebido na tarde desta quarta-feira (14) em uma conversa individual e sabe que a convocação foi feita por motivos políticos. Maurício Galiotte tentará aproveitar o encontro para pressionar pela implantação do árbitro de vídeo o mais rápido possível. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos