Pelé é homenageado em São Paulo e volta a usar andador

Do UOL, em São Paulo

  • REUTERS/Leonardo Benassatto

Pelé foi homenageado nesta quarta-feira (14) durante participação no Fórum Econômico Mundial, realizado em São Paulo. O "Rei do futebol" recebeu o prêmio de "cidadão global" em evento que contou com a participação do presidente Michel Temer (MDB), do governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), e do prefeito da cidade, João Doria Júnior (PSDB).

Pelé chegou ao evento com o auxílio de um andador. O ex-jogador já havia usado o aparelho durante a apresentação do Campeonato Carioca, no meio de janeiro deste ano. Antes disso, no sorteio dos grupos da Copa do Mundo, Pelé fez uso de cadeira de rodas.

Também em janeiro, Pelé era esperado em um evento na Associação de Cronistas de Futebol da Inglaterra (FWA), mas cancelou a viagem para evitar cansaço. A FWA chegou a informar que o ex-jogador havia desmaiado, algo negado pelos familiares.

"Você é o símbolo do fair play. Um atleta que durante toda a carreira promoveu a paz. É uma honra receber nesse encontro o atleta do século", discursou João Doria, antes de pedir uma salva de palmas a Pelé.

Após as falas de Doria, Temer e Alckmin, Pelé recebeu o microfone para discursar sobre a homenagem. O ex-jogador de 77 anos falou sobre as duas cirurgias que fez no fêmur e brincou dizendo ainda não estar pronto para voltar a jogar futebol.

"Quero agradecer a Deus por fazer com que isso tenha sido possível. Como vocês devem saber, tive duas cirurgias na cabeça do fêmur que me deixaram fora de jogo quase dois anos. Ainda não estou bem para jogar (risos), mas eu estar presente hoje talvez seja muito importante para mim".

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos