Topo

Futebol


Empresário pede R$ 7,9 milhões ao Palmeiras pela contratação de Wesley

Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação
Wesley em ação pelo Palmeiras em 2014; contratação ainda dá dor de cabeça ao clube Imagem: Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação

Brunno Carvalho

Do UOL, em São Paulo

2018-03-15T04:00:00

15/03/2018 04h00

O Palmeiras está sendo processado mais uma vez por causa da contratação de Wesley, em 2012. Carlos Alberto Duarte Moreira Filho, da empresa Toksai, entrou com uma ação no Tribunal de Justiça de São Paulo contra o clube pedindo R$ 7,9 milhões, referente à restituição do valor investido na negociação. Na época, ele ajudou o clube com 1,25 milhão de euros (R$ 2,7 milhões na cotação da época). Moreira Filho alega que o investimento foi feito com a condição de que Wesley assinaria um prolongamento de seu contrato com o Palmeiras, que totalizaria cinco anos.

Caso o jogador fosse vendido por menos de 6 milhões de euros, o clube teria de ressarcir o investidor. Wesley acabou saindo de graça para o São Paulo após o término de seu contrato de três anos. Moreira Filho já tinha tentado executar a dívida em 2015, mas a Justiça entendeu que cabia discussão sobre o pedido do empresário, que agora entrou com uma ação declaratória para estabelecer que tem direito ao montante.

Para ler esta notícia na íntegra, além de outras novidades dos bastidores da bola, leia a coluna De Primeira.

Mais Futebol