Recordista no atletismo, goleiro de 75 anos disputará a 9ª divisão italiana

Do UOL, em São Paulo

  • Marco Luzzani/Getty Images

    Lamberto Boranga deixou o futebol em 1983; desde então, formou-se em medicina, passou a competir em provas de atletismo para veteranos e voltou a jogar futebol em equipes semiprofissionais

    Lamberto Boranga deixou o futebol em 1983; desde então, formou-se em medicina, passou a competir em provas de atletismo para veteranos e voltou a jogar futebol em equipes semiprofissionais

Entre as décadas de 1960 e 1980, o goleiro Lamberto Boranga atuou com destaque em times de relativo sucesso do futebol italiano, como Perugia, Fiorentina, Reggiana, Brescia, Cesena e Parma. Hoje, aos 75 anos, está longe de se aposentar dos gramados.

Em 2018, Boranga defenderá o Marottese, equipe que disputa a Terza Categoria – no caso, a última das nove divisões do futebol italiano. "Não estou à procura de desafios especiais: simplesmente amo o espírito de competição e a vida saudável", disse o veterano goleiro, em declarações publicadas pelo jornal Corriere della Sera.

Boranga se aposentou do futebol (pela primeira vez) em 1983, quando defendeu o Foligno na quarta divisão da Itália. Desde então, entre outras coisas, passou a competir em provas de atletismo – e não decepcionou.

Em 2008, o ex-goleiro registrou o recorde mundial de salto em distância na categoria M65 (para homens entre 65 e 69 anos) com a marca de 5,47 m. Depois, em 2012, quebrou o recorde mundial do salto triplo da categoria M70 (para homens entre 70 e 74 anos), registrando 10,75 m. Entre 2006 e 2012, tornou-se figura recorrente em competições europeias e mundiais.

Paralelamente, atuou novamente como goleiro em equipes semiprofissionais. Fez sua reestreia aos 50 anos, em 1992, por uma pequena equipe da Úmbria chamada Bastardo – graduado em biologia e medicina, ele era justamente o médico do time. Depois, jogou em outros times de pouca expressão, como Ammeto (entre 2009 e 2010) e Papiano (2011 a 2015), da mesma região, além de ter participado em 2013 de uma partida que comemorou os 100 anos do Parma.

O que antes foi uma profissão, para Boranga, hoje é uma diversão. "O futebol sempre permanecerá na minha vida, mesmo que hoje eu me dedique principalmente ao atletismo", disse Boranga. "Tenho certeza de que, quando eu voltar aos gramados, independente da divisão, sentirei a mesma emoção que senti quando fiz minha estreia na primeira divisão."

E qual é a receita de Lamberto Boranga para manter uma vida ativa aos 75 anos. "Evite fumar e tenha uma alimentação saudável", disse o veterano goleiro.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos