Palmeiras perde Scarpa, mas diferenças para o caso Zeca geram otimismo

Pedro Lopes

Do UOL, em São Paulo

  • Cesar Greco/Ag. Palmeiras

    Gustavo Scarpa marcou duas vezes na vitória do Palmeiras sobre o Ituano

    Gustavo Scarpa marcou duas vezes na vitória do Palmeiras sobre o Ituano

O Palmeiras gostaria de utilizar Gustavo Scarpa na partida do Palmeiras diante do Novorizontino neste sábado, mas a cassação da liminar que o desvinculava do Fluminense o impediu de realizar o desejo – a rescisão já foi publicada no BID da CBF. Apesar disso, o alviverde mantém confiança em segurar o meia no elenco e se livrar de qualquer indenização: isso passa por uma diferença fundamental em relação ao caso de Zeca, outro jogador de notoriedade que, assessorado pelos mesmos empresários (o grupo OTB), rescindiu com o Santos e não conseguiu encontrar um novo clube.

Em um primeiro olhar, são dois atletas de grandes clubes que, alegando atrasos em pagamentos, obtiveram liminares que os liberavam. Se, por um lado, Scarpa teve sua liminar cassada (o caso ainda será julgado em definitivo), Zeca tem particularidades que o impediram, até agora, de assinar um novo contrato. Negociações com Flamengo e Corinthians, dadas como encaminhadas, fracassaram por insegurança jurídica.

Ações com argumentos similares…

Atrasos no pagamento de FGTS e outros encargos eram os pontos centrais dos pedidos de rescisão dos dois jogadores. No caso de Scarpa, o Fluminense não negou as dívidas, e o meia obteve a liminar da rescisão exatamente com base nesses pedidos. No caso de Zeca, a situação foi diferente: o pedido de rescisão por falta de pagamento foi recusado pela Justiça; o santista, então, apoiou-se no direito constitucional de exercer a profissão onde quisesse, e, com isso, deixou a Baixada.

Mas com uma diferença fundamental

Nos autos da ação de Scarpa, há praticamente admissão do Fluminense de descumprimento contratual – o jogador chegou a obter uma rescisão baseada exatamente neste descumprimento. Uma quebra de contrato por uma das partes tem como efeito eximir a outra parte do pagamento da multa rescisória. Até por isso, a OTB e o próprio jogador, ao assinarem com o Palmeiras, assumiram o pagamento de uma eventual indenização ao Flu.

Mesmo com a reversão da liminar, Scarpa e seu estafe guardam um elemento robusto para brigar pela rescisão sem pagamento de multa através da alegação de quebra de contrato pelo Flu, tanto em recurso como no julgamento definitivo da ação. O jogador, inclusive, tem plena confiança em nova liberação.

Já Zeca teve seus pedidos negados, e precisou recorrer a um dispositivo da Constituição Federal. A Justiça o liberou do Santos por entender que ele tem o direito de viver e exercer a profissão onde quiser, e não por quebra de contrato por parte do Santos. A decisão, mesmo se for mantida, não trata de uma eventual indenização ao alvinegro.

Situação fez Flamengo e Corinthians recuarem da contratação

O Flamengo passou dias estudando, por meio de seu departamento jurídico, a contratação de Zeca – considerou o risco alto e não foi adiante. O Corinthians, por sua vez, chegou a praticamente anunciar o lateral no Twitter, apoiado em uma situação similar à de Scarpa: a OTB arcaria com uma eventual indenização. Segundo o clube, entretanto, os empresários recuaram.

Sem o apoio dos agentes, o alvinegro também avaliou como alto o risco do negócio e acabou desistindo oficialmente. Sem clima no Santos, Zeca segue sem destino.

Ambos os casos ainda podem sofrer diversas alterações

Os processos ainda estão em estágio inicial: todas as decisões até agora foram liminares, em nenhum dos dois sequer foi julgado em definitivo na primeira instância. Os cenários ainda podem ser revertidos, com restituição e liberação de vínculos com Santos e Fluminense, mas uma posição final pode levar mais de três anos.

Sem Scarpa, Roger Machado escalará Willian como titular diante do Novorizontino. "Nesse momento o titular ainda é o Willian de um lado, Dudu do outro. Sem dúvida nenhuma ele (Gustavo Scarpa) se credencia pelo o que vem fazendo a uma das posições do time. Consigo escalar 11, nesse momento o Willian tem contribuído bastante. Nada que na cabeça do treinador não possa mudar de um momento para outro", disse o treinador nesta sexta, antes da publicação da rescisão de Scarpa no BID.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos