Ex-técnico do Paraguai ofende Chilavert, falta a audiência e pode ser preso

Do UOL, em São Paulo

  • AP Photo/Fernando Vergara

    Gerardo Pelusso, ex-técnico do Paraguai

    Gerardo Pelusso, ex-técnico do Paraguai

Gerardo Pelusso, ex-técnico do Paraguai, recebeu uma ordem de prisão de uma juíza paraguaia por se ausentar de uma audiência em um caso de difamação, movido contra ele pelo ex-goleiro José Luis Chilavert. As informações são do diário "Olé", da Argentina.

Atualmente no comando do Deportivo Cali, o treinador uruguaio ofendeu Chilavert em 2015, quando a Fifa divulgou uma lista dos 50 maiores jogadores da atualidade. O ex-goleiro paraguaio fez parte do grupo que selecionou os atletas, o que motivou Pelusso a criticá-lo pela ausência do zagueiro Diego Godín na lista.

"Chilavert é um dos que fizeram a Lista da Fifa dos melhores jogadores. Perguntem a esse gordo porque Godín não está. Não existe, é um gordo sem-vergonha. Lhe deram um cargo na Fifa para que cale a boca", declarou Pelusso na ocasião.

A defesa do treinador explicou que sua ausência na audiência sobre o caso teve como justificativa os compromissos pelo Deportivo Cali.

"Meu cliente está temporariamente impossibilitado de ir ao Paraguai por motivos de trabalho. Ele atua no momento como técnico de um clube que se encontra em disputa do campeonato local", argumentou.

Pelusso treinou a seleção paraguaia entre 2012 e 2013, em um total de 10 partidas, a maioria delas pelas eliminatórias para a Copa do Mundo de 2014. Ídolo do Paraguai, Chilavert se aposentou do futebol em 2004.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos