Hamburgo condena postura de Walace por postagens na web: "Não aceitamos"

Do UOL, em São Paulo

  • REUTERS/Hannibal Hanschke

Os dias de Walace parecem contados no Hamburgo. O volante, que se reapresentou com atraso após as festas de fim de ano, voltou a irritar a diretoria do clube no último sábado (17), durante a derrota da equipe por 2 a 1 frente ao Hertha Berlin.

Barrado da lista de atletas que enfrentariam a equipe de Berlim pelo Campeonato Alemão, Walace não foi ao estádio e postou fotos ao lado de amigos em suas redes sociais durante a partida, que ocorreu no Volksparkstadion.

Pouco depois da partida, o técnico Christian Titz condenou a postura do ex-gremista e anunciou que o Hamburgo tomará providências. "Nós não aceitamos esse comportamento", disse em entrevista à revista Kicker. Conselheiro do clube, Frank Wettstein afirmou que se trata de uma "questão de respeito".

Titular do Hamburgo até a última semana com Bernd Hollerbach, Walace perdeu espaço após a chegada de Titz, que foi anunciado como o novo técnico da equipe na segunda-feira passada (12).

Alvo de Atlético-MG e Flamengo em janeiro, Walace chegou a forçar uma negociação após se reapresentar com quatro dias de atraso após as festas de fim de ano. Depois de uma conversa com a diretoria, o Walace resolveu permanecer na Europa. Atualmente o Hamburgo ocupa a lanterna do Campeonato Alemão, com 18 pontos.

Walace foi revelado pelo Grêmio e negociado com o Hamburgo poucos meses depois de ajudar a seleção brasileira na conquista do então inédito ouro olímpico, nos Jogos Rio-2016. O volante desembarcou na Alemanha em janeiro do ano passado, com o Hamburgo desembolsando cerca de dez milhões de euros (R$ 33,4 milhões na cotação da época).

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos