Herói do Grêmio em 2005 vira pré-candidato a deputado federal pelo PPS

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

  • RODRIGO LOBO/JC IMAGEM/AE

    Galatto (ao centro) defendeu um pênalti em jogo Naútico x Grêmio, em 2005

    Galatto (ao centro) defendeu um pênalti em jogo Naútico x Grêmio, em 2005

Herói na Batalha dos Aflitos, em 2005, Rodrigo Galatto vai ingressar na vida política. O ex-goleiro do Grêmio, com passagens também por Atlético-PR e Criciúma, é pré-candidato do PPS ao cargo de deputado federal pelo Rio Grande do Sul. O nome dele ainda precisa ser confirmado na convenção do partido, mas o histórico no futebol pesa a favor.

A informação foi dada pela Rádio Guaíba e confirmada ao UOL Esporte.

Aos 35 anos, Galatto foi formado no Grêmio e defendeu um pênalti (outro foi para fora) em jogo contra o Náutico, na última rodada do quadrangular final da Série B de 2005. O time gaúcho venceu o jogo por 1 a 0 depois das penalidades perdidas e com apenas sete jogadores em campo.

Galatto é filiado ao PPS desde o ano passado e colocou o nome à disposição para o pleito de outubro. A campanha, ainda pendente da convenção, deverá ser voltada para o esporte como meio de inclusão e formação social.

Depois de ajudar o Grêmio a subir para a primeira divisão, Galatto rodou por Atlético-PR, Litex Lovech-BUL, Málaga-ESP, Xamax-SUI, Itumbiara, América-RN, CRB, Criciúma e ficou até 2015 no Juventude. Após deixar o clube de Caxias do Sul, entrou na carreira de representante comercial e em seguida abriu um restaurante de frutos do mar em Gravataí, na região metropolitana de Porto Alegre. No currículo ele também tem o diploma de educação física.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos