Jogador cava pênalti e decide jogo, mas pode ser punido após confissão

Do UOL, em São Paulo

A rodada do final de semana da primeira divisão chilena foi marcada por um lance bastante polêmico: um pênalti cavado que garantiu a vitória de virada da Universidad de Concepción diante do Colo-Colo.

Mesmo fora de casa, o Colo-Colo vencia o jogo por 1 a 0, graças ao gol de Octavio Rivero aos 43 min do primeiro tempo. O time da casa, porém, empatou aos 34 min da etapa final, com Jean Paul Pineda.

O lance que decidiu o confronto veio aos 39 min. Em jogada na linha de fundo, o atacante Jean Meneses, da Universidade de Concepción, dividiu com Óscar Opazo, defensor do Colo-Colo. Opazo levou a pior e caiu no chão, longe da bola.

Mas Meneses se aproveitou do rival caído, simulou um toque e caiu no chão. A arbitragem assinalou pênalti, que Fernando Manriquez converteu aos 41 min. Fim do jogo: 2 a 1.

Questionado ao fim do jogo, o atacante do time de Concepción admitiu a malandragem no lance. "Joguei com esperteza e me deixei cair", afirmou.

Mas o lance e a confissão deixaram o jogador em má situação. "Há imagens, há declarações. O tribunal deve ver as imagens e denunciá-lo", afirmou Ángel Botto, ex-presidente do Tribunal Disciplinar da Associação Nacional de Futebol Profissional (ANFP) do Chile, segundo o jornal La Tercera.

Com a vitória, a Universidad de Concepción chegou a oito pontos em seis jogos, terminando a rodada na oitava colocação (entre 16 times) do Campeonato Chileno. O Colo-Colo, por sua vez, é o quinto colocado, com dez pontos.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos