Pressionado, Copete vira reserva dos reservas e cogita até deixar o Santos

Samir Carvalho

Do UOL, em Santos (SP)

  • Marcello Zambrana/AGIF

    Copete sequer foi relacionado nos dois últimos jogos do Santos na temporada

    Copete sequer foi relacionado nos dois últimos jogos do Santos na temporada

O atacante Jonathan Copete, que já foi uma espécie de xodó da torcida do Santos, agora sente a pressão das arquibancadas. O UOL Esporte apurou que o jogador não está bem emocionalmente por conta da "perseguição" dos torcedores e, inclusive, chegou a pedir para o técnico Jair Ventura não escalá-lo por alguns jogos e até para ser negociado.

No início do ano, o colombiano recebeu propostas oficiais de Atlético-MG e Atlético Nacional, da Colômbia, mas o Santos não o liberou.

O pedido para não jogar, inicialmente, não foi atendido. Copete foi utilizado no dia 11 de março, quando o Santos perdeu para o São Bento por 3 a 1, na Vila Belmiro. O duelo, no entanto, é para ser esquecido pelo colombiano, que depois sairia do time.

Ele virou reserva dos reservas pois ficou como opção no banco mesmo com Jair escalando somente os suplentes no duelo contra a equipe de Sorocaba. Para piorar, ele foi novamente vaiado pela torcida por sua atuação no segundo tempo.

Nos dois jogos seguintes – contra Nacional, do Uruguai, pela Copa Libertadores da América, e Botafogo, pelas quartas de final do Campeonato Paulista – ele sequer ficou como opção no banco de reservas. Vale ressaltar que Copete não possui nenhuma lesão e ficou de fora dos dois últimos jogos por decisão de Jair Ventura. 

A assessoria de imprensa de Copete alega que ele não está indo aos jogos por não estar 100% fisicamente. A reportagem conversou com profissionais do clube, que alegam que o jogador não realiza nenhum treino físico especifico e que não está atuando por não estar bem, tanto emocionalmente como tecnicamente.

A diretoria santista, por sua vez, alega que Copete hoje só possui sondagens e não tem nenhuma proposta oficial para deixar o clube, mas promete avaliar ofertas pelo colombiano.

Ex-titular absoluto e garçom, Copete "perde" sua melhor qualidade

Copete, o maior artilheiro estrangeiro do Santos, foi titular absoluto de Jair Ventura no início desta temporada. Ele participou de dez jogos e não marcou nenhum gol. No entanto, o colombiano é o líder em assistências do time no Campeonato Paulista, ao lado de Daniel Guedes, com três passes a gol.

Segundo o Footstats, Copete é um dos jogadores que mais erram cruzamentos. No Paulista, ele errou 18 de 21 tentativas, só 14,3% de aproveitamento. Se não bastasse, o atacante não foi eficiente em uma de suas principais qualidade: a marcação. Ele só desarmou 13 vezes em nove jogos no Paulistão, o quinto no quesito, superado por Alison (37), Jean Mota (16), David Braz (15) e Léo Cittadini (15), todos com menos jogos.

Copete também é quem mais comete faltas, ao lado do Alison, com 19 infrações, além de ser o segundo que mais perdeu bolas, 43 (média de 4,8 por jogo no Paulista). Pelo Santos, no geral, ele tem 24 gols em 95 jogos.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos