Reservas mantém invencibilidade, mas Atlético-PR perde vantagem no turno

Napoleão de Almeida

Colaboração para o UOL

  • Facebook Atlético-PR

    Ederson empatou de pênalti e manteve a invencibilidade do clube, que caiu para segundo no turno

    Ederson empatou de pênalti e manteve a invencibilidade do clube, que caiu para segundo no turno

Os reservas do time B do Atlético Paranaense seguraram um empate em Toledo, 1 a 1, contra o time da casa, comandando por Paulo Baier, ex-jogador do Furacão. O clube ainda é o único invicto entre todas as equipes das Séries A e B do Brasileiro, com 8 vitórias e 8 empates em 16 partidas – quatro delas com o elenco principal, todas pela Copa do Brasil.

Mas o segundo empate seguido na fase, somado à vitória do Paraná Clube sobre o Maringá (1 a 0) fizeram com que o Atlético perdesse o direito de mandar na Arena o jogo em uma eventual final contra o Paraná na Taça Caio Jr.

Nas semifinais, em jogo único, o Atlético encara o Maringá e o Paraná pega o Londrina. Os clubes de Curitiba ganharam os grupos no segundo turno e jogam em casa. O Atlético tem a melhor campanha no geral, mas na fase, ficou atrás do Paraná. O vencedor da Taça Caio Jr. enfrenta o Coritiba na decisão do Campeonato. Atlético, Maringá e Paraná, se finalistas, decidirão a segunda final em casa.

Os jogadores lamentaram o resultado, mas celebraram a invencibilidade. "Mantivemos a invencibilidade, não perdemos no campeonato e isso é muito importante. Infelizmente as coisas não aconteceram como gostaríamos", disse o goleiro Caio, que encontrou eco no volante Pierre: "Uma equipe com vários jogadores que atuaram pouco na competição, o intuito era a vitória, não veio a vitória, estamos levando um pontinho pra casa."

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos