Vereador sugere 'Dia do Corinthiano', mas recua após críticas: "me excedi"

Do UOL, em Santos (SP)

  • Reprodução/Facebook

    Carlos Eduardo Barbosa, vereador de Praia Grande filiado ao PTB

    Carlos Eduardo Barbosa, vereador de Praia Grande filiado ao PTB

O vereador Carlos Eduardo Barbosa (PTB), de Praia Grande (SP), apresentou um projeto de lei na Câmara dos Vereadores que gerou enorme polêmica: incluir o "Dia do Torcedor Corinthiano" no calendário da cidade, a ser comemorado todo dia 1º de setembro. Porém, depois de ser fortemente criticado nas redes sociais, até com ameaças, ele voltou atrás, entrou com um pedido para retirar a proposta, e disse que fará a homenagem de 'uma outra forma'.

A proposta havia sido aprovada na 7ª Sessão Ordinária da Câmara de Vereadores, ocorrida na última terça-feira (20), e retornaria para a sua final aprovação na próxima sessão, de acordo com o site da Câmara Municipal da Estância Balneária de Praia Grande.

"Já o vereador Carlos Eduardo Barbosa (PTB) o Cadu Barbosa, apresentou ao Colegiado 2 (duas) proposituras: o Projeto de Lei n.º 02/2018, passando em segunda votação, sobre a liberação de animais de estimação em hospitais públicos da Cidade de Praia Grande para visitas a pacientes internados, e o Projeto de Lei nº 12/2018, em primeira apresentação, que tem como tema incluir no calendário do Município o' Dia do Torcedor Corinthiano', a ser comemorado anualmente, no dia 1.º de setembro", diz nota no site.

No Facebook, Cadu Barbosa havia explicado que o projeto visava homenagear as torcidas pelos 'trabalhos sociais incríveis' realizados por pessoas ligadas a elas.

Reconheço que a opinião da maioria é melhor que a minha, vou retirar a proposta"

"As torcidas são muito criticadas por terem integrantes que brigam, que fazem arruaça, etc, mas existem trabalhos sociais incríveis por pessoas ligadas às torcidas que merecem ser reconhecidos. Estamos cansados de ver na TV reportagem negativas, mas e as ações positivas são reconhecidas?", questionou.

"Poucas pessoas sabem, mas as torcidas realizam ações beneficentes em nossa cidade. Independentemente da bandeira existe um trabalho social realizado por um grupo que beneficia as comunidades, em especial as crianças: dia das crianças, Páscoa, Natal e também doação de sangue. Você, sua mãe, seu filho, se sofrerem um acidente, poderão receber sangue das campanhas realizadas por esse grupo", acrescentou.

Porém, não demorou muito para Cadu Barbosa receber inúmeras críticas e até ser ameaçado por alguns internautas. Com isso, ele optou por entrar com um pedido para retirar a proposta e admitiu: se excedeu.

"Entendo que movido à vontade de homenagear uma ação tão bonita de um grupo que só é lembrado negativamente ficou claro pela maioria que excedi. Reconheço que a opinião da maioria é melhor que a minha, vou retirar a proposta e realizar esta homenagem de uma outra forma. Obrigado a todos que de forma educada deixaram seu comentário a favor ou contra", disse.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos