Atlético-MG divulga nome da empresa que vai construir a Arena MRV

Victor Martins

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Reprodução

    Projeção de como vai ficar o estádio do Atlético-MG

    Projeção de como vai ficar o estádio do Atlético-MG

A cada dia o sonho do torcedor do Atlético-MG em ter seu estádio próprio fica mais próximo de se tornar real. Nesta sexta-feira o clube divulgou que a Racional Engenharia será a empresa responsável pela obra, da Arena MRV. Em um comunicado simples, no site oficial, a diretoria alvinegra confirmou o nome da construtora que venceu o processo de seleção.

"O Atlético cumpriu, hoje, mais uma importante etapa de preparação para viabilizar o início da construção da nossa Casa – Arena MRV. A empresa escolhida foi a Racional Engenharia Ltda., que cumpriu todos os requisitos exigidos pelo clube, em particular a conjugação preço, qualidade e garantias", informou o Atlético.

Além da Racional Engenharia, que teve origem em São Paulo, outras duas empreiteiras também estavam na disputa. Com a escolha feita, a expectativa do Atlético é que as obras já se iniciem em junho, com a terraplanagem do terreno, localizado no bairro Califórnia, Região Noroeste de Belo Horizonte. A estimativa é que a obra vai ter duração de no máximo 28 meses.

Embora ainda seja necessária a aprovação da construção pela Câmara Municipal de Belo Horizonte, o clube já protocolou o projeto na Secretaria Municipal do Meio Ambiente (SMMA). Esse é o órgão responsável por licenciamento, fiscalização e controle das atividades de impacto ambientais da capital mineira.

Obra feita com recursos próprios

Um dos diferenciais do Atlético na construção de seu estádio é não depender de dinheiro público. O terreno em que será erguida a Arena MRV foi doado por Ruben Menin, diretor presidente da MRV Engenharia. A empresa também comprou o nome do estádio, pagando R$ 60 milhões. Quantia será utilizada para a realização da obra.

O clube ainda vendeu 50,1% de um shopping localizado na Região Centro-Sul de Belo Horizonte por R$ 250 milhões. O custo final do estádio será de R$ 410 milhões. Para alcançar o valor orçado, o Galo vai vender cerca de 5 mil cadeiras para seus torcedores por um período de 15 anos. Desse valor, 60% já está garantido pelo Banco BMG, caso não sejam negociados.

O contrato que será assinado entre Atlético e Racional Engenharia garante que ao clube o preço final da obra. Portanto, caso o valor supere os R$ 410 milhões previstos, será de responsabilidade da empreiteira. Para se garantir, a diretoria alvinegra ainda vai contratar um seguro, caso a construtora não cumpra com o que foi combinado.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos