Inter quer tirar proveito de eliminação para ter vantagem no Brasileiro

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

  • Ricardo Duarte/Inter

Sem jogos pelos próximos 18 dias, o Internacional quer transformar a folga no calendário em vantagem. Com menos compromissos que a maioria dos adversários, o Colorado usa o tempo para recuperar seus atletas.

São muitas baixas. A reta final de Gauchão e Copa do Brasil forçou a saída de uma lista de jogadores, cujos mais importantes são William Pottker, Danilo Fernandes, Leandro Damião e Klaus.

Antes do Gre-Nal de quarta-feira, ainda, o centroavante Roger foi liberado por razões particulares. Nico López foi o atacante e Brenner entrou no segundo tempo.

"Teremos jogos decisivos com Brasileiro e a Copa do Brasil também com jogos importantes. E nós aqui, vocês sabem que fazemos 14 dias de treino na pré-temporada e pouco conseguimos treinar com o time que estava jogando depois disso. Este momento vai ser importante para recuperar nosso jogadores, de lesão, de sentir alguma coisa. Dar enfase ao treinamento. Fabiano estreou hoje (entre os titulares), Moledo vem de dois jogos... Agora temos que recuperar, descansar e que todos fiquem a disposição no processo de treinamentos, para lá na Copa do Brasil ter o máximo à disposição para que possamos formar um time em campo, para fazer uma boa vitória no primeiro jogo, porque o segundo é fora. Treino, recuperação de jogadores, entrosamento, para que lá na frente ganhemos também com isso", disse Odair.

Até mesmo em meio aos Gre-Nais que simbolizaram a eliminação do Inter no Gauchão, o Colorado não descansou pois teve o jogo de volta contra o Cianorte, no Paraná.

Entre as sessões de atividade, o Inter deve firmar o esquema 4-1-4-1 como base e aprimorar principalmente os movimentos ofensivos com Patrick e D'Alessandro. Fabiano tende a conquistar vaga na direita, como já foi no clássico. Danilo Fernandes deve voltar ao gol, resta dúvidas sobre as condições de Pottker, Damião e Klaus.

"Eu saio (do primeiro semestre) com mais ideias. Saio com mais ideias porque tivemos que variar bastante não só jogadores, características, sistema, isso também agrega para situações em disputas deste nível. Para que possamos ter à disposição mais jogadores e liberdade de escolher a forma de jogar. Neste sentido trouxe mais opções de sistema e de jogos. Temos que recuperar jogadores, todos são importantes. Para que possamos treinar, voltar e formar o time de olho no Brasileiro", afirmou Odair.

Em números, o Gauchão apresenta análises contrárias ao Inter. A primeira fase foi boa, com o time liderando a competição em diversos momentos e avançando em terceiro. Já o lado ruim foi a eliminação nas quartas de final para o Grêmio.

A Copa do Brasil apresenta compromisso contra o Vitória em 11 de abril. O Brasileiro começa no dia 15 do próximos mês também, diante do Bahia.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos