André fala em maturidade e elogia 'mentalidade campeã' do Grêmio

Do UOL, em Porto Alegre

  • Lucas Uebel/Grêmio

    Centroavante ex-Sport assinou até 2021 e usará camisa 90 no Grêmio

    Centroavante ex-Sport assinou até 2021 e usará camisa 90 no Grêmio

André está mais vivido e aposta que isso fará a diferença. Depois de altos e baixos na carreira, o centroavante chega ao Grêmio com um bom ano de 2017 pelo Sport e cheio de ansiedade para jogar outra vez. Nesta segunda-feira (26) ele foi apresentado oficialmente e citou a maturidade como um elemento que deve ajudar em Porto Alegre. O centroavante ainda elogiou o time do Tricolor e disse que tem "tudo para dar certo" sob o comando de Renato Gaúcho.

Aos 27 anos, André não disse textualmente, mas indicou já na primeira resposta que o passado deu lições importantes. A fama de baladeiros não foi abordada e nem foi preciso. A experiência fez o centroavante já responder, indiretamente, sobre isso.

"Oscilar faz parte da carreira. Não que o jogador queira, mas acontece. E é algo que vem da idade também… Eu era novo e tem outras situações que acontecem, às vezes não encaixa. Mas hoje me vejo mais experiente, não velho, mas experiente. E fico mais próximo da perfeição. Às vezes se erra para depois acertar. Aqui, tenho tudo para dar certo", disse.

A chegada ao Grêmio ocorre após longa e arrastada negociação com o Sport. Por fim, os clubes conseguiram acordo para pagamento parcelado de cerca de R$ 10 milhões (o equivalente a 2,5 milhões de euros).

"Infelizmente algumas pessoas tentaram atrapalhar o negócio. Fiquei um pouco chateado pela forma como foi conduzida a situação. Tenho carinho pela torcida, queria ter saído de outra forma, mas lá as pessoas tem a mania de jogar a culpa no jogador. Mas quando cheguei, agradeci a paciência. Foi algo bem difícil. Mas vim pelo desejo de ser campeão", comentou.

Vice artilheiro do Campeonato Brasileiro do ano passado, André não quis entrar na lista de jogadores a serem recuperados por Renato Portaluppi. O técnico tem histórico de sucesso com estes casos, mas na visão do centroavante a medida nem é necessária.

"Eu não venho para ser recuperado. Venho para ter sucesso com ele. É um grande treinador, um cara experiente. Que consegue tirar tudo do jogador. A vinda para cá pesou por causa dele também, ele foi um grande atacante e muito campeão", declarou André.

Depois de surgir bem no Santos, André rodou por clubes brasileiros e até esteve em Portugal. De todos os dias que viveu, aqueles em 2010 e os mais recentes ainda estão vivos. Por tudo que representaram em diferentes formas.

"Foram dois momentos que me marcaram. Em 2010, muito novo ainda, subindo e ganhando títulos. E aquele time tinha sintonia forte, mentalidade campeã. E no ano passado, no Sport, vivi um ano muito bom. Fisicamente muito bem. Com maturidade. Com muitos gols. E aqui tenho tudo para dar certo. Um grupo com mentalidade campeã", opinou o jogador.

André assinou com o Grêmio até dezembro de 2021 e vestirá a camisa 90. Ele só pode ser usado no Campeonato Brasileiro, Copa do Brasil e a partir das oitavas de final da Libertadores. Mas a maturidade parece ter ensinado que esperar não é problema.

"Já tive tanta paciência, então dá para ter mais um pouco. Futebol é momento e é preciso respeitar isso. O Jael é titular agora, está bem e o treinador confia. Tem o Brocador também, por onde passou ele foi artilheiro. Vou ter tempo para trabalhar, para chegar bem", apostou.

UOL Cursos Online

Todos os cursos