Cruzeiro reprovou árbitro da final antes do sorteio, diz cartola da FMF

Thiago Fernandes

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Ale Cabral/AGIF

    O árbitro Dewson Freitas apitará a partida de ida da final do Campeonato Mineiro

    O árbitro Dewson Freitas apitará a partida de ida da final do Campeonato Mineiro

A escalação do árbitro Dewson Freitas (PA) para o jogo de ida da final do Mineiro não agradou ao Cruzeiro. O clube se recusa a comentar oficialmente sobre o caso, mas Giuliano Bozzano, presidente da Comissão de Arbitragem da Federação Mineira de Futebol (FMF), confirma o descontentamento.

Antes do sorteio, feito entre Dewson Freitas (PA) e Elmo Resende (GO), o vice de futebol Itair Machado entrou em contato com o membro da FMF para questionar a inclusão de Dewson Freitas no sorteio.

"Na verdade, a gente tinha um repórter da Itatiaia no sorteio. O sorteio é público e o Cruzeiro manifestou descontentamento", disse Giuliano Bozzano ao UOL Esporte.

O presidente da Comissão de Arbitragem da FMF, no entanto, exime o órgão de responsabilidade na escalação de Dewson Freitas e alega que a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) é a responsável por indicar os participantes do sorteio.

"A responsabilidade não é da Federação Mineira. A Federação atendeu ao clube [Cruzeiro] e colocou os árbitros de fora do estado. Mas a escalação dos árbitros é da CBF. A CBF nos indica os árbitros disponíveis", declarou.

"O Dewson veio de uma derrota [no sorteio] da Federação Alagoana. Estavam ele e o Ricardo no sorteio lá. E a CBF vai coordenando junto com as federações para sortear. Se o Cruzeiro ficou descontente, caso queira, pode demonstrar seu descontentamento à CBF, porque a Federação Mineira não tem nada a ver com isso", acrescentou.

A objeção do Cruzeiro em relação a Dewson Freitas vem desde 8 de agosto de 2016, no empate entre Corinthians e Cruzeiro, por 1 a 1, pela 19ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Na ocasião, a diretoria reclamou por um lance envolvendo o goleiro Cássio, do Corinthians, e o atacante Ramón Ábila, do Cruzeiro. O centroavante caiu em dividida com o jogador do time paulista na grande área e os mineiros queixaram-se de pênalti. O árbitro, contudo, optou por mandar o jogo seguir na ocasião. O argentino sofreu até um pequeno corte na perna por conta do lance.

À época, a cúpula cruzeirense enviou um ofício à CBF para protestar formalmente contra o árbitro, que ficou na geladeira e voltou a trabalhar 22 dias depois do ocorrido.

Helcio Araújo (PA) e José Ricardo Coimbra (PA) serão os auxiliares de Dewson Freitas na partida de ida do Campeonato Mineiro. O duelo ocorre às 16h (de Brasília) de domingo (1º) no estádio Independência.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos