'Não é violento', diz Zé Ricardo sobre Rildo após longa punição do jogador

Do UOL, no Rio de Janeiro

O técnico Zé Ricardo, do Vasco, saiu em defesa de seu jogador, o atacante Rildo, que pegou uma grande punição do Tribunal de Justiça Desportiva (TJD-RJ) por conta das fraturas que causou na perna direita do meia João Paulo, no clássico com o Botafogo. Segundo o treinador, já ocorreram casos mais graves e seu atleta "não é violento".

"É difícil falar sobre decisão judicial. A gente não contesta, só cumpre. Só não pode ser bode expiatório. Tem outros casos até mais graves que aconteceram e que não vimos a mesma decisão. O Rildo não é um atleta violento", declarou.

Avaliando o lance, Zé Ricardo acredita que Rildo não teve a intenção de machucar João Paulo:

"Rildo tentou tocar na bola, mas aconteceu a lesão. Vamos esperar. Acho que cabe recurso".

E o técnico tem razão. A decisão cabe recurso e o Vasco já informou que exercerá este direito. O TJD-RJ puniu Rildo com uma suspensão até que João Paulo volte aos treinos ou num período máximo de 180 dias. A previsão de retorno do meia do Botafogo é de, pelo menos, seis meses.

João Paulo fraturou a perna direita em duas partes e passou por um procedimento cirúrgico no dia seguinte. Rildo fez questão de visitá-lo no hospital e pedir desculpas, que foram aceitas por seu companheiro de profissão.

Na mesma partida, o atacante do Vasco também se lesionou, mas sozinho, sofrendo uma luxação no ombro direito. Ele ainda está cuidando da contusão.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos