"Top 5" de Abel, Pedro herda música de Fred e faz Flu esquecer Dourado

Leo Burlá

Do UOL, no Rio de Janeiro

  • Lucas Merçon

    Atacante Pedro tem correspondido no time titular do Fluminense

    Atacante Pedro tem correspondido no time titular do Fluminense

Passada a desconfiança inicial da arquibancada, Pedro vai conquistando aos poucos o coração do tricolor. Artilheiro do Carioca [com 6 gols, ao lado de Marcos Jr.] e líder de assistências do Fluminense na temporada, o jovem criado na casa começa a justificar todos os elogios de Abel Braga.

Considerado pelo treinador do Flu como um dos cinco centroavantes mais técnicos do Brasil, o carioca vê a confiança depositada pelo chefe se espalhar para a exigente arquibancada. Diante do Botafogo, o atacante deixou o Maracanã com o troféu da Taça Rio na mão e um refrão grudado no ouvido: "O Pedro vai te pegar".

A música, que foi originalmente criada para homenagear o ídolo Fred, emocionou o camisa 32. Apesar do bom momento, ele sabe que o clube trabalha para ter um outro concorrente em sua posição. Em alta, ele abre as portas para um futuro reforço e demonstra a confiança adquirida com a fase positiva.

"Sempre sonhei em ouvir a torcida gritar meu nome no Maracanã. Sei o tamanho da responsabilidade que é ser o centroavante do Fluminense, mas luto e trabalho diariamente, pois foi o que sempre sonhei para mim. Eu vou brigar sempre pela vaga, mas [um reforço] será bem vindo assim como foram os goleiros na saída do Cavalieri", disse ele ao UOL Esporte.

A tarefa de balançar a rede teve um componente extra que tornou o desafio de Pedro ainda um pouco mais complicado. Com a saída de Henrique Dourado para o rival Flamengo, a camisa titular caiu no colo do jogador, que não nega que substituir o artilheiro do último Brasileiro não é uma missão das mais simples:

"É um peso enorme [substituir Dourado], mas sabia do desafio e me preparei muito. Nós entendemos rapidamente a forma que o professor Abel nos pediu para jogar. É um cara campeão, sabe tudo de Fluminense, um grande ídolo do clube, identificado e, principalmente, sabe lidar com o ser humano como ninguém".

Pedro evita estabelecer metas para o ano, mas afirma que o Fluminense tem de pelo menos estar entre os melhores nas competições que tem pela frente. Para atingir os objetivos, ele cita o bom ambiente construído no clube como uma das armas do Tricolor. Com salários em dia e a mão firme da dupla Abel e Autuori no comando, o Flu navega em águas mais tranquilas do que no ano passado.

Campeão no domingo, Pedro já tem uma nova pedreira na próxima quinta-feira, quando seu time enfrenta o Vasco em uma das semifinais do Campeonato Carioca. Dia de "pegar" o rival para estreitar ainda mais os laços com o torcedor.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos