Denúncia de manipulação de resultados no interior de São Paulo chega ao TJD

Gabriel Carneiro

Do UOL, em São Paulo

  • Reprodução/Instagram

    União Barbarense aguarda manifestação da Polícia e do Tribunal sobre denúncia

    União Barbarense aguarda manifestação da Polícia e do Tribunal sobre denúncia

A diretoria do União Barbarense, que acusa oito jogadores e um técnico de venderem resultados em benefício de apostadores em sites esportivos, apresentou documentos e depoimentos relacionados ao caso à Federação Paulista de Futebol. Por meio da corregedoria da entidade, as evidências foram protocoladas junto ao Tribunal de Justiça Desportiva (TJD) no fim da tarde de quarta-feira. Agora, o Tribunal investigará no âmbito esportivo, enquanto a Polícia Civil de Santa Bárbara d'Oeste segue a investigação criminal.

A corregedoria da FPF, aliás, já teve contato com a Polícia da cidade do interior, que instaurou inquérito no 1º DP e começará a ouvir as partes envolvidas a partir da volta do feriado, na próxima segunda-feira. O UOL Esporte tentou contato com dirigentes do clube, mas a orientação interna é para ninguém dar declarações sobre o assunto enquanto corre a investigação. Caso as denúncias sejam confirmadas, o União Barbarense planeja pedir à FPF para não ser considerada rebaixada na Série A3 do Campeonato Paulista por ter sido prejudicado pelo próprio elenco.

A diretoria do tradicional clube do interior paulista registrou Boletim de Ocorrência no último domingo, após suspeitas de que jogadores estariam vendidos para apostadores internacionais vazarem dentro do próprio elenco. O clube aponta o ex-técnico Claudemir Peixoto e mais oito jogadores (Alex, Magno, Wilker, Rafael Magalhães, Lincoln, Souza, Waldson e Thiago Luis) como participantes do esquema, que teriam tido benefício financeiro para "construir" resultados em partidas da Terceira Divisão do Campeonato Paulista. Tanto o treinador quanto os jogadores negam as acusações.

Dos oito jogadores apontados como parte do esquema, dois ainda foram delatores do restante, segundo a versão dos dirigentes do União Barbarense, que afirmaram ter em mãos uma gravação de áudio. Novamente, os jogadores negam.

Campeão da Série C do Campeonato Brasileiro em 2004, o tradicional União Barbarense terminou a A3 com quatro vitórias, cinco empates, dez derrotas, em 17º lugar na tabela de classificação e rebaixado à última divisão estadual.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos