Tévez nega ter se lesionado em 'pelada' na prisão: 'contundi na academia'

Do UOL, em São Paulo

  • AP Photo/Marcelo Ruiz

O atacante Carlos Tévez negou que tivesse se contundido durante pelada em uma prisão na Argentina, conforme havia noticiado a imprensa argentina. Em entrevista à TyC Sports, o jogador do Boca Juniors declarou que sentiu dores na coxa após sessão de treinamentos na academia.

"Foi na quarta-feira de manhã fazendo um trabalho de potência na academia", disse.

Depois de usar o aparelho de musculação, Tévez teria sentido as dores e, por essa razão, decidiu parar o treinamento "para não se arriscar".

De acordo com reportagem da emissora argentina "TNT", Tévez e o ex-cruzeirense Ramón Ábila estiveram na prisão de Bouwer para um jogo na tarde desta terça-feira (27).

Segundo a emissora argentina, Tévez teria ido à penitenciária para visitar um irmão. Lá dentro, Ábila e Tévez teriam se contundido em uma pelada.

Nesta quinta-feira, Ábila também negou que tivesse ido à prisão. Em entrevista ao Olé, o ex-jogador do Cruzeiro declarou que inventaram uma notícia com claro intuito de "desestabilizá-los".

"Saíram dizendo que nos lesionamos em uma prisão. Isso é mentira. Alguém paga para dizer isso. Para entrar numa penitenciária existem sistemas de segurança, câmeras, registros. Se tivéssemos entrado, haveria fotos. Fizeram isso para nos prejudicar", disse Ábila.

O Boca está no grupo do Palmeiras na Copa Libertadores da América. Os paulistas recebem o argentino dia 11 de abril, em partida válida pela terceira rodada da competição.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos