Jefferson "resgata" motivação no Botafogo e cogita até adiar aposentadoria

Bruno Braz

Do UOL, no Rio de Janeiro

  • Thiago Ribeiro/AGIF

    Jefferson vibra muito após classificação do Botafogo sobre o Flamengo

    Jefferson vibra muito após classificação do Botafogo sobre o Flamengo

A vitória sobre o Flamengo por 1 a 0 significou bem mais ao goleiro Jefferson que uma classificação para final de Campeonato Carioca. O ídolo alvinegro se sentiu revigorado com o resultado e, principalmente, com a boa atuação na última quarta-feira (28), que lhe trouxe uma nova motivação para seguir em frente aos 35 anos.

"Esse jogo para mim foi muito especial. Até por tudo o que eu passei no Botafogo. Nos últimos anos passei muitas frustrações e acabei perdendo um pouco do brilho, da motivação e sabia que precisava resgatar", declarou à Botafogo TV.

A felicidade de Jefferson tem razão. De cotado à Copa da Rússia, o goleiro se viu, de uma hora para outra, impossibilitado de exercer sua profissão em função de uma rara lesão no tríceps que o deixou de fora dos gramados por quase dois anos.

Quando retornou, ano passado, viu Gatito Fernández brilhar e ficou no banco. Na virada da temporada, ganhou a posição, mas foi mal e torceu o tornozelo. Retornou para a reserva. Semana passada, com a convocação de seu companheiro para a seleção paraguaia, assumiu a titularidade. Oscilou na final da Taça Rio com o Fluminense, mas agora voltou a brilhar debaixo das traves diante do Rubro-Negro.

"Eu precisava voltar a ser o Jefferson de antigamente. Muitas vezes eu mesmo não respeitei a minha história. E hoje eu voltei a ser o Jefferson", declarou à TV Globo.

O goleiro revelou que antes da partida se inspirou em seus grandes momentos com a camisa alvinegra.

"Nesse jogo me veio na memória várias vitórias em cima do Flamengo. Antes desse jogo, assisti aos lances de 2010 (final), quando peguei o pênalti do Adriano. Foi muito especial", disse.

Jefferson já anunciou anteriormente que se aposentará ao fim desta temporada. Mas, com o ânimo renovado, cogita até reaver sua decisão.

"Quero conquistar títulos, e nada melhor do que começar pelo Carioca. Disse aquilo (sobre aposentar ao fim de 2018), mas tudo é possível", deixou no ar.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos