Volante que brigou com Robinho no Real vira jogador de pôquer em Vegas

José Edgar de Matos

Do UOL, em São Paulo (SP)

  • Reprodução

    Gravesen: da passagem pelo Real Madrid com Luxa à vida de ostentação em Vegas

    Gravesen: da passagem pelo Real Madrid com Luxa à vida de ostentação em Vegas

Você se lembra de Thomas Gravesen? Volante conhecido pelo jogo viril e contratado durante a curta 'Era Vanderlei Luxemburgo' no Real Madrid, o dinamarquês abandonou os gramados em 2008 após seguidas lesões. Hoje aposentado, divide-se entre os investimentos na carreira e uma nova vida: jogador de pôquer na cidade de Las Vegas, nos Estados Unidos.

Membro da seleção dinamarquesa na Copa do Mundo de 2002, o meio-campista é mais lembrado no Brasil por ter brigado com Robinho durante um treino do Real Madrid. Anos depois do incidente, ele tem chamado a atenção como profissional nas mesas de pôquer e black jack.

Gravesen tem se mostrado hábil fora das quatro linhas do gramado e aumentou consideravelmente o próprio patrimônio, apesar da aposentadoria precoce aos 32 anos. Hoje, dez anos depois, a fortuna do desafeto de Robinho no Real Madrid alcança a casa dos 100 milhões de euros (R$ 409 milhões), segundo números apresentados pela imprensa dinamarquesa. Gravesen investiu no mercado financeiro, em setores não especificados pela mídia do país, e acumulou uma fortuna que o permite viver no luxo em Las Vegas.

O dinamarquês mora com a mulher Kamila Persse, modelo nascida na República Tcheca e radicada nos Estados Unidos. A dupla vive uma vida discreta em relação às redes sociais, mas de ostentação nos poucos registros dos últimos anos – Gravesen vive desde 2013 em solo americano.

Passagem pelo Real Madrid

AP Photo/Diario AS, Felipe Sevillano
Gravesen deixou o Real Madrid pouco depois de brigar com Robinho em um treino

Em janeiro de 2005, Gravesen chegou ao Real Madrid como um dos primeiros reforços para o técnico brasileiro Vanderlei Luxemburgo. Credenciado por boa passagem pelo Everton, da Inglaterra, o dinamarquês preencheria (teoricamente) uma lacuna deixada após a saída do francês Claude Makelelé. Entretanto, toda a expectativa terminou em frustração.

Fora de posição no Real Madrid, já que atuava mais adiantado na Inglaterra, Gravesen foi mais notícia pelo comportamento agressivo do que pelo futebol apresentado. Encaradas em rivais e entradas duras marcaram a passagem de quase dois anos do dinamarquês.

A situação piorou na pré-temporada de 2006-2007. Após entradas duras em Woodgate e Balboa, Gravesen brigou com Robinho. As repreensões antigas do então técnico Fábio Capelllo resultaram na saída do meio-campista, que se transferiu para o Celtic no mês de agosto. Antes de se aposentar em 2008, o hoje investidor milionário e jogador de pôquer amador ainda passou pelo Everton.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos