Náutico e Central empatam sem gols no 1º jogo da final do Pernambucano

Do UOL, em São Paulo

Central e Náutico fizeram neste domingo (1º) o jogo de ida da final do Campeonato Pernambucano, no estádio Lacerdão, em Caruaru. Em jogo de bastante entrega e poucas chances criadas, as equipes ficaram no 0 a 0 e levam a igualdade para a segunda partida, marcada para 8 de abril, na Arena de Pernambuco.

Donos das melhores campanhas na primeira fase, as equipes realizaram um confronto inédito na decisão do Estadual. O Náutico em busca do título que não alcança desde 2004, enquanto o Central sonha em vencer a disputa pela primeira vez em 99 anos de existência. Por conta disso, os times protagonizaram um duelo bastante truncado desde o apito inicial. 

Jogando em casa, o Central teve a iniciativa no primeiro tempo. A equipe de Caruaru teve mais posse de bola, mas não conseguiu converter o domínio em gol devido à forte marcação dos visitantes. Foi somente na bola parada que o Alvinegro ameaçou a meta adversária.

No segundo tempo, o Náutico passou a controlar mais as ações e chegou com perigo principalmente com o atacante Ortigoza, que completou 31 anos neste domingo. A melhor chance veio de um chute de fora da área aos 14 minutos após vacilo dos mandantes, que obrigou o goleiro França a fazer grande defesa. O Central, assim como na primeira etapa, respondia na bola parada.

Com o resultado, as duas equipes precisam apenas de uma vitória pela diferença mínima no segundo jogo para ficar com o título. Vale lembrar que o regulamento do Pernambucano não considera o gol fora de casa como critério de desempate. Com isso, em caso de nova igualdade, o campeonato será decidido nos pênaltis. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos