Everton repete passos de P. Rocha e se valoriza ainda mais no Grêmio

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

  • Lucas Uebel/Grêmio

    Meia-atacante já recebeu proposta no ano passado e é seguido por times da Itália e França

    Meia-atacante já recebeu proposta no ano passado e é seguido por times da Itália e França

Everton é importante para o Grêmio de 2018 como Pedro Rocha foi para o Tricolor do ano passado. Autor de dois gols no primeiro jogo da final do Gauchão, o camisa 11 confirma estar no mesmo rumo do antecessor. Na Arena, as trajetórias são comparadas além do campo. A evolução com a bola no pé é seguida por desenvoltura fora dele.

A grande arrancada também aumenta as observações do mercado em cima do futuro do meia-atacante. Times da Itália e França seguem os passos dele. Talismã em 2016 e 2017, Everton já tem três gols neste ano e divide com Arthur e Jael o posto de vice-artilheiro do Grêmio na temporada. Todos eles estão atrás de Luan.

"No começo do ano eu desperdicei oportunidades, mas trabalhei para poder marcar gols. Fico feliz, fiz dois e ainda acertei a trave", comentou o jogador.

No ano passado, Pedro Rocha deslanchou e acabou negociado com o Spartak Moscou-RUS. A transferência chegou a ser usada internamente como um exemplo a ser seguido pelos jovens. Um "case" de sucesso mediante empenho, dedicação. Everton, meses depois, parece aplicar a lição recebida nos corredores do CT Presidente Luiz Carvalho.

"O Everton está seguindo o mesmo caminho do Pedro Rocha. Eu converso muito com ele, dou conselhos e falo muito para ele usar as ferramentas que ele tem. Força e velocidade. Antigamente ele ficava muito de costas para a zaga, ficava impedido. Ele está evoluindo, tem amadurecido e feito gols. A cada partida, está crescendo. E vem fazendo gols importantes. Eu falo, dou conselhos, então a evolução tem sido muito boa", elogiou Renato Gaúcho.

Antes de chegar ao profissional, Everton já foi seguido de perto por representantes do Manchester City. No ano passado, o Grêmio recusou proposta pelo jogador. Em julho, existe a possibilidade de o Tricolor receber uma nova investida com cifras maiores e compatíveis com o momento vivido pelo meia-atacante. A saída, no entanto, ainda é vista como prematura.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos