Italiano troca futebol por carreira de ator pornô. Mas ainda procura clube

Do UOL, em São Paulo

  • Facebook/Reprodução

    Davide Iovinella virou gigolô em 2015 para completar renda; dois anos depois, passou a gravar filmes adultos sob a tutela de um dos principais nomes do ramo na Europa

    Davide Iovinella virou gigolô em 2015 para completar renda; dois anos depois, passou a gravar filmes adultos sob a tutela de um dos principais nomes do ramo na Europa

Davide Iovinella não estava feliz com as perspectivas de sua carreira no futebol. Na temporada 2016/2017, atuou como zagueiro e lateral esquerdo na defesa do Calcio Pomigliano, equipe que disputou a Serie D – quarta divisão do futebol italiano. O time foi eliminado ainda na primeira fase, ficando apenas com a 10ª colocação (entre 18 clubes) do Grupo I.

Assim, Iovinella assumiu um novo ganha-pão: a carreira de ator pornô.

A carreira de Iovenella nos gramados começou promissora. Em 2013, aos 20 anos, esteve perto de atuar na Lega Pro, a terceira divisão italiana, último escalão do futebol profissional no país. "Três clubes de Lega Pro estavam interessados em mim. Tive a oportunidade de assinar um contrato profissional de três anos, mas isso não aconteceu por causa de um agente que pediu muita comissão", relembra o italiano ao jornal suíço Le Temps.

As coisas, porém, não aconteceram como o jogador queria. Para piorar, na temporada 2015/2016, Iovinella viu seu então clube, o FC Neapolis, envolvido em um escândalo de manipulação de resultados. "No momento, eu não percebi nada, mas depois você repensa a história da partida e você começa a descobrir", diz.

Facebook/Reprodução
Na temporada 2016/2017, Davide Iovinella defendeu o Calcio Pomigliano

Àquela altura, para complementar sua renda, o jogador havia decidido trabalhar também como gigolô. Mas além de um amante profissional, tornou-se também um conselheiro das clientes. "É mais sutil do que parece. Eu não sou apenas uma válvula de escape sexual; tenho que encarar os discursos e medos de minhas clientes, ouvi-las, dar conselhos. Às vezes, sou convidado para tomar café. Essas mulheres têm dinheiro, mas também têm muito mais problemas do que eu", conta.

Com a nova carreira, novas portas se abriram. Em 2017, um site especializado ofereceu um convite para participar da gravação de um filme adulto. Durante a filmagem, foi observado por um colaborador do ator italiano Rocco Siffredi, um dos principais nomes do entretenimento para maiores na Europa.

Assim, naquele ano, Davide Iovinella se candidatou a uma vaga na Siffredi Hard Academy, uma espécie de escola de atuação em filmes pornográficos organizada pelo próprio Rocco Siffredi. Entre 3 mil candidatos, foi escolhido. Entre junho e setembro, viajou a Budapeste para começar a gravar suas performances. Desde então, ganhou inclusive um nome artístico: Davide Montana.

Facebook/Reprodução
Iovinella no estúdio ao lado do ator pornô Rocco Siffredi; na nova carreira, por sugestão do tutor, jogador passou a ser conhecido como Davide Montana

"Ele me diz que eu tenho muito potencial", diz Iovinella – ou melhor, Montana – sobre Rocco Siffredi. "Ele me disse que eu tive a coragem de desistir da minha paixão para experimentar esta aventura. Ele é uma pessoa excepcional, culta, muito humilde, que ajuda o próximo", completou.

Hoje, Davide Montana mora na Hungria para desempenhar seu novo trabalho – que nem sempre é divertido como ele esperava. "Não é como estar na cama com sua parceira. Você precisa trabalhar muito e manter a estabilidade", conta.

Mas mesmo com a mudança de rumo na carreira e com os elogios do tutor Siffredi, o agora ator pornô não quer deixar de ser jogador. "O ideal seria encontrar um clube na Hungria. Estou tentando encontrar um clube local, e o ideal seria em Budapeste, para manter a chama acesa", relata.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos