Em duelo inglês na Liga dos Campeões, Guardiola revê Klopp, maior algoz

Caio Carrieri

Colaboração para o UOL, em Liverpool (ING)

  • false

Com o título da Premier League nas mãos do Manchester City, a apenas uma vitória da taça com sete rodadas restantes, a Inglaterra se volta para a Liga dos Campeões neste meio de semana em busca de emoção. E o embate "local" nas quartas de final opõe dois times que encantam sobretudo pela plasticidade no estilo de jogo e pelo futebol ofensivo: o Liverpool recebe o City, em Anfield, nesta quarta-feira, às 15h45 (horário de Brasília).

Terceiro colocado no Campeonato Inglês, a 18 pontos do rival, Jürgen Klopp tem mais uma oportunidade de demonstrar por que é o maior algoz de Josep Guardiola. O histórico de confrontos começou na Alemanha, onde comandavam Borussia Dortmund e Bayern de Munique, respectivamente, e se estende pelo menos até esta noite, no noroeste do país.

O retrospecto aponta 12 duelos, com cinco vitórias para cada lado e dois empates – em uma destas igualdades, o Dortmund de Klopp levou a melhor sobre o clube da Bavária nas cobranças de pênaltis, na semifinal da Copa da Alemanha de 2015. Nenhum outro treinador se aproxima deste aproveitamento contra Pep.

Na atual campanha do City na Premier League, de desempenho recorde na competição, o clube de Manchester perdeu apenas uma vez em 31 rodadas. Adivinhe para quem. Para o Liverpool da pedra no sapato do catalão, em um alucinante 4 a 3, no Anfield, em janeiro.

"Nunca venci sozinho, sempre foram meus times", desconversou o alemão. "Esse histórico não importa, porque Pep também não se preocupa com isso. Mas não posso negar que o melhor sentimento possível é conseguir vencer os melhores", admite o comandante dos Reds, que em setembro saíram do Estádio Etihad goleados por 5 a 0.

"Jürgen é um mestre de encontrar jogadores perfeitos para o que ele precisa", elogiou o catalão na véspera de mais um reencontro. "Os times dele são rápidos, diretos e letais".

Os Reds lideram o ranking de gols marcados na Liga dos Campeões (28), e só estão atrás do City nesse quesito na Premier League (88 a 75). Em fase espetacular, o egípcio Mohamed Salah aparece como principal esperança goleadora da equipe – ele soma 37 bolas na rede.

Guardiola, por sua vez, não poderá contar com o seu artilheiro. Sérgio Agüero, 30 gols na temporada, não se recuperou de lesão no joelho esquerdo. Assim, o tão esperado duelo inglês por uma vaga na semifinal da Liga dos Campeões terá o confronto Roberto Firmino x Gabriel Jesus, centroavantes do Brasil confirmados por Tite na Copa da Rússia.

"Será uma tarefa muito difícil para nós", avaliou Klopp. "Sei que podemos vencer, isso é o que interessa. Gosto de objetivos difíceis, e esta é mais uma grande oportunidade para nós", acrescentou.

"Se eles dizem que somos favoritos, aceito", disse Pep. "Porque para alcançar algo você tem de sentir isso, mesmo que o adversário seja um dos mais complicados do mundo".

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos