Desempenho ruim em campo fez Atlético-MG ter 25 milhões de prejuízo em 2017

Victor Martins

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Jorge Abrego/EFE

    Campanhas ruins e futebol mais caro fizeram Atlético-MG ter grande prejuízo em 2017

    Campanhas ruins e futebol mais caro fizeram Atlético-MG ter grande prejuízo em 2017

Se há um ano o conselho deliberativo do Atlético-MG era chamado para avaliar o primeiro balanço financeiro positivo do clube desde 1993, a situação mudou bastante nos números que serão apresentados referentes a 2017. Em 2016 o Galo teve faturamento recorde, que passou dos R$ 316 milhões, fechando a temporada com lucro pouco superior a R$ 2 milhões. Já o balanço financeiro de 2017 apresenta um prejuízo de R$ 25 milhões, como apurou o UOL Esporte. O faturamento girou em torno de R$ 311 milhões.

Números que ratificam a postura adotada pelo presidente Sérgio Sette Câmara. Assim que eleito, na primeira quinzena de dezembro do ano passado, o mandatário prometeu uma temporada de austeridade, para colocar as contas do clube em ordem. Tanto que dos sete reforços contratados para 2018, nenhum teve custos para o Galo.

Um dos motivos que explicam a grande diferença entre 2016 e 2017 é o desempenho do time dentro de campo. O clube investiu mais no futebol e arrecadou menos. Se há dois anos o Atlético não conquistou nenhum título, a equipe conseguiu resultados satisfatórias nas grandes competições. O clube mineiro foi vice-campeão da Copa do Brasil, quarto colocado no Campeonato Brasileiro e chegou às oitavas de final da Copa Libertadores. O que gerou mais de R$ 20 milhões em prêmios.

Já no ano passado, apesar do título no Mineiro, o Atlético passou longe de uma grande conquista. Quedas precoces na Libertadores e Copa do Brasil, para Jorge Wilstermann e Botafogo, respectivamente, e campanha muito ruim no Brasileirão, sequer conquistando vaga na edição 2018 da Libertadores.

Junto com a queda de rendimento, veio a queda na bilheteria. Foram menos R$ 11 milhões aproximadamente que entraram na conta do Atlético com ingressos, em comparação com 2017.

Os conselheiros do Atlético vão se reunir no dia 16 deste mês, na sede administrativa do clube, para avaliarem o balanço financeira e votarem a aprovação ou reprovação do documento. Os números são referentes ao último ano do mandato de Daniel Nepomuceno, que foi presidente do Galo no triênio 2014/2017.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos