Piqué é hostilizado em Valencia ao assistir jogo da Espanha na Copa Davis

Do UOL, em São Paulo (SP)

  • Reprodução

    Torcedores chamaram o zagueiro do Barça de "sem vergonha"; Piqué defende a independência catalã

    Torcedores chamaram o zagueiro do Barça de "sem vergonha"; Piqué defende a independência catalã

A postura politicamente ativa de Gerard Piqué, por muitas vezes, traz consequências ruins para o zagueiro do Barcelona. Nesta sexta-feira, o defensor acabou hostilizado por um pequeno grupo de torcedores enquanto chegava à Plaza de Toros de Valencia para assistir ao jogo entre o espanhol David Ferrer x o alemão Alexander Zverev, válido pelas quartas de final da Copa Davis.

Ao se dirigir para a arena, Piqué ouviu torcedores chama-lo de "sem vergonha" durante o caminho. Outros pediram para o zagueiro "voltar para o seu país", hostilidade direcionada pelo posicionamento favorável do jogador em relação à independência da Catalunha. As imagens foram reproduzidas pelo jornal Marca.

O jogador possui forte apelo político na Espanha. Com discursos e participações em manifestações, Piqué é defensor da independência catalã. Esta posição já rendeu vaias ao jogador em jogos da seleção espanhola.

Piqué esteve presente no jogo desta manhã de sexta por possuir envolvimento direto com a remodelação da Copa Davis. A ITF (Federação Internacional de Tênis) chegou a um acordo com a empresa Kosmos, que tem participação do zagueiro do Barça, para realizar a competição entre países em novembro, com 18 seleções.

Atualmente, a Copa Davis é espalhada por toda a temporada, com um Grupo Mundial e outros regionais. Na elite, além de Espanha x Alemanha, outros três confrontos vão definir os semifinalistas da edição de 2018: França x Itália, Croácia x Cazaquistão e Estados Unidos x Bélgica.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos