Vasco vê cirurgia "mais complexa" e Paulinho ficará 4 meses fora

Pedro Ivo Almeida

Do UOL, no Rio de Janeiro

  • AFP PHOTO / DOUGLAS MAGNO

    Paulinho precisou deixar o gramado de maca

    Paulinho precisou deixar o gramado de maca

Após sofrer uma luxação no cotovelo esquerdo, Paulinho passou por cirurgia neste sábado (7) realizada pelo doutor Marcos Teixeira. A previsão era de que o jogador voltasse em 45 dias, mas o Vasco informou que a intervenção foi mais complexa e o prazo de retorno aumentou para quatro meses.

"Fizemos o procedimento, correu tudo bem, mas acabou sendo uma cirurgia mais complexa. Retiramos dois fragmentos e tivemos que colocar uma placa para melhor fixação ali. Com isso, o prazo será de quatro meses para o retorno completo aos gramados", declarou dr. Celso Monteiro, vice-presidente médico do Vasco, em contato telefônico com o UOL.

"Ainda que ele não utilize os membros superiores para jogar efetivamente, é uma questão de mobilidade. Demanda agora um tempo de recuperação maior do que imaginávamos até que ele fique completamente pronto para retornar", acrescentou.

Com isso, Paulinho só retornará no início de agosto, fim da janela de transferências para a Europa. O Vasco pretendia negociar o jogador nesse período, mas agora tudo pode mudar.

Paulinho sofreu uma luxação aos 25 minutos do segundo tempo do empate em 0 a 0 com o Cruzeiro, na última quarta-feira, no Mineirão (BH), pela Copa Libertadores. Ele caiu sobre o braço esquerdo após uma disputa de bola pelo alto com o volante Henrique.

Na hora, o atacante chorou bastante, mas após ser atendido na ambulância pelos médicos e pelo presidente do clube, Alexandre Campello, que é ortopedista, ele teve o braço reposicionado e as dores diminuíram consideravelmente, ao ponto dele ir para o banco de reservas imobilizado e assistir ao fim da partida.

Este é o quarto desfalque do técnico Zé Ricardo para a decisão do Campeonato Carioca deste domingo, contra o Botafogo, às 16h, no Maracanã. Além de Paulinho, o treinador não poderá contar com o meia Giovanni Augusto, o volante Wellington e o atacante Rildo.

Por ter vencido o primeiro jogo por 3 a 2, o Cruzmaltino tem a vantagem do empate para conquistar o Estadual neste domingo, às 16h, no Maracanã. Caso o Botafogo vença por um gol de diferença, a disputa vai para os pênaltis.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos