Argel diz que não furou barreira policial: "Teriam me prendido"

Luciano Nagel

Colaboração para o UOL

  • Leandro Moraes/UOL

Em entrevista ao UOL na noite deste sábado (07), o técnico do Criciúma, Argel Fucks, negou ter furado o bloqueio da "Balada Segura" (ações de fiscalização de trânsito) em uma das avenidas localizadas na zona norte de Porto Alegre. O fato ocorreu no final da noite dessa sexta-feira (06).

"Eu estava indo para um jantar na casa de um amigo junto com minha esposa, em cerca de 23h30min quando fui parado na blitz. Apreenderam meu carro porque eu estava com a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) suspensa. Até porque se eu tivesse furado a barreira, derrubado os cones e dado um tapa na mão do agente que estava com o celular, como alguns veículos de comunicação estão falando por aí, teriam me prendido", justificou o técnico, que está fazendo o curso de reciclagem para condutores infratores em Santa Catarina.

Quanto ao teste de bafômetro, que tem como objetivo tornar mais rígidas as punições para quem for pego dirigindo sob efeito de álcool, Argel Fucks afirmou à reportagem que se recusou a fazer o procedimento por orientação de seu advogado.

"Eu não bebi nada, não sou obrigado a realizar o exame. Na hora da abordagem eu liguei pro meu advogado. Ele me disse: não faz nada, não faz teste, não faz nada que estou chegando aí", falou.

Durante a ação de fiscalização dos policiais e agentes de trânsito, Argel teve seu veículo Range Rover apreendido e foi conduzido à Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento do Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DPPA DHPP), responsável pelas ocorrências de trânsito e de homicídios em Porto Alegre, pelos agentes do Departamento Estadual de Trânsito

De acordo com o delegado Gabriel Bicca, os agentes do Detran relataram à Polícia Civil que pediram para o condutor estacionar o automóvel e que ele não teria acatado as ordens. "Os agentes abordaram ele (Argel) que tentou se esquivar e sair da pista. Eles pediram para o motorista fazer o teste do bafômetro ao qual foi recusado", relatou o delegado.

Na ação, conforme o Boletim de Ocorrência registrado na Polícia, Argel ainda teria dado um tapa na mão de um agente de trânsito que estaria filmando com um celular a ocorrência. O aparelho teria caído no chão e quebrado.

Na delegacia de polícia, o técnico do Criciúma, Argel Fucks confirmou que foi submetido a exames clínicos para avaliar a alteração da capacidade motora em razão da influência de álcool ou de outra substância psicoativa, no entanto os resultados foram negativos.

Neste domingo (08), o treinador embarca novamente para Santa Catarina. Já a retirada do automóvel apreendido ficará a cargo de seu advogado, que tem uma procuração expedida por Argel.

Um inquérito policial será instaurado na próxima segunda-feira, 09, para apurar as versões dos envolvidos na ocorrência.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos