Na Paraíba, gandula agride membro da comissão do Campinense e leva troco

Do UOL, em Santos (SP)

Uma enorme confusão marcou o primeiro tempo do clássico entre Botafogo-PB e Campinense, neste domingo (8), pela decisão do Campeonato Paraibano. Um gandula se irritou com uma bola jogada para longe por um membro da comissão técnica do Campinense e acabou o agredindo na beira do campo.

A atitude do gandula deu início a uma confusão generalizada. Delone, goleiro reserva do Campinense, perdeu a cabeça e agrediu o gandula com um soco. Foram seis minutos de paralisação e muito bate-boca entre jogadores, membros da comissão técnica e gandulas.

Após consultar os árbitros reservas, o juiz da partida, Cláudio Francisco Lima e Silva, expulsou o goleiro Delone e o lateral direito Orlan, do Campinense, o preparador de goleiros do Botafogo-PB, Austrália, e o gandula envolvido no tumulto.

Depois de ser derrotado no jogo de ida por 1 a 0, o Botafogo-PB venceu o Campinense-PB por 2 a 0 no estádio Almeidão e, com isso, conquistou o bicampeonato paraibano. Nando e Lula marcaram os gols botafoguenses.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos