São Paulo não deve ficar com emprestados e Thomaz está na mira do Criciúma

José Eduardo Martins

Do UOL, em São Paulo

  • Marcello Zambrana/AGIF

    O meia Thomaz não deve permanecer no São Paulo no restante da temporada

    O meia Thomaz não deve permanecer no São Paulo no restante da temporada

Após o encerramento do Campeonato Paulista, o São Paulo poderia voltar a contar com cinco jogadores que estão emprestados até o fim do estadual. No entanto, a princípio, o técnico Diego Aguirre não pretende utilizar Thomaz, que defendeu o Red Bull, Pedro Bortoluzo (Guarani), Lucas Kal (Guarani), Daniel (Ponte Preta) e Foguete (Santo André). Por isso, a tendência é de que o quinteto acerte com outro clube para jogar no restante da temporada.

Com contrato com o Tricolor até 2020, Thomaz não vai permanecer no Red Bull, com quem tem vínculo até o dia 10 deste mês. Segundo apurou o UOL Esporte, o jogador entrou na mira do Criciúma. "Ainda tenho de aguardar uma posição do São Paulo. Tenho contrato e a minha intenção é cumpri-lo. Meus empresários devem se reunir com o Raí [diretor do São Paulo] e o Alexandre Pássaro [advogado do clube] nos próximos dias", disse Thomaz, que disputou sete partidas pelo Red Bull. 

"Infelizmente, não consegui jogar muitas vezes por causa de uma lesão [no joelho]. Mas estava atuando normalmente nas últimas partidas do campeonato e estou totalmente recuperado", disse Thomaz, de 31 anos, que chegou ao Tricolor em 2017 por indicação do então técnico Rogério Ceni.

Contratado em dezembro de 2014, Daniel não teve muitas oportunidades no São Paulo por causa de uma série de lesões. O jogador, de 24 anos, já foi emprestado para o Curitiba em 2017, antes de ganhar uma chance na Ponte Preta neste Campeonato Paulista. Pela equipe de Campinas, ele disputou dez partidas, sendo cinco como titular. Nos próximos dias, o clube do interior deve definir se vai querer ampliar o acordo até o fim deste ano. 

Nos casos do atacante Pedro Bortoluzo (21 anos), do zagueiro Lucas Kal (22 anos) e do lateral direito Foguete (22 anos), o São Paulo pretende fazer com que os jogadores ganhem mais experiência em outro clube onde eles tenham mais oportunidades para jogar. Tal estratégia foi adotada, por exemplo, com o volante Pedro, que acertou empréstimo com o São Bento, de Sorocaba, até o fim desta temporada. 

Porém, tanto Guarani quanto o Santo André ainda não decidiram se vão querer manter os são-paulinos em seus elencos. Os jogadores que atuaram em Campinas, segundo apurou a reportagem, têm mais possibilidade de acertar uma renovação.  "Vamos aguardar o fim do Paulista para sentar com a comissão técnica e discutir a situação de todos os jogadores", despistou Palmeron Mendes Filho, o presidente do Guarani, que conta com Pedro e Lucas Kal.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos