Renato Gaúcho ganha quarto título com o Grêmio e se aproxima de Felipão

Jeremias Wernek e Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

  • Lucas Uebel/Grêmio

    Renato Gaúcho conquistou o Campeonato Gaúcho no domingo, quarto título pelo Grêmio

    Renato Gaúcho conquistou o Campeonato Gaúcho no domingo, quarto título pelo Grêmio

Luiz Felipe Scolari, na década de 1990, empilhou títulos com o Grêmio. Renato Gaúcho está chegando lá. Com a conquista do Campeonato Gaúcho diante do Brasil de Pelotas, o treinador chega a quarta taça à frente do Tricolor. Em números totais, o ex-comandante da seleção brasileira segue liderando. Mas em categoria de êxitos a balança está quase igual.

Felipão ganhou o Gauchão, Copa do Brasil, Libertadores, Recopa Sul-Americana e Brasileirão. O estadual, no entanto, garante vantagem em números absolutos: sete taças. Três delas do estadual - 1987, 1995 e 1996.

Renato ganhou a Copa do Brasil, a Libertadores, Recopa e agora o Campeonato Gaúcho. Em competições vencidas, falta o título do Brasileirão para igualar os louros de Felipão.

"Meu grupo e nossa torcida estão de parabéns pelo campeonato que conquistamos. Infelizmente tivemos alguns problemas, o grupo deu a volta por cima. Meu grupo é f... Estão de parabéns", disse Renato após a conquista do Gauchão.

No ano passado, o atual treinador do Grêmio já havia superado Scolari e Tite. Foi no número de jogos como treinador do clube gaúcho na história da Libertadores.

"O processo no nível que o Grêmio joga. Não sei se ganharemos, mas temos condições de ganhar todos (os campeonatos). Já ganhamos todos. Praticamente voltamos a jogar em fevereiro com o time titular e o Renato é uma peça fundamental, importante, necessária neste processo para buscar ainda mais títulos", disse o presidente Romildo Bolzan Júnior. 

Neste domingo, o Grêmio bateu o Brasil de Pelotas por 3 a 0 levando o placar agregado da final do Gauchão para 7 a 0. Ergueu a taça do Gauchão e ainda viu Renato falar publicamente que não iria para o Flamengo, apesar das propostas recebidas na última semana.

"Eu entendi perfeitamente o Renato. Ele tinha muita vontade de permanecer. Mas não fez uma recusa espontânea porque são muito poucos treinadores com este nível de excelência. O Renato é um deles. Não tinha nem como fechar as portas sem debater uma proposta. Poderia ser até mais vantajosa, mas ele tem um projeto esportivo no Grêmio, está feliz e preferiu ficar", salientou o mandatário.

O Grêmio conquistou o quarto título em 16 meses. Ou seja, um a cada quatro meses desde o início do 'ciclo virtuoso'. E ainda terá ao menos mais três oportunidades de aumentar a cota neste ano com Libertadores, Brasileirão e Copa do Brasil.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos