Na Itália, locutor de estádio ironiza acréscimos e faz clube levar multa

Do UOL, em São Paulo

  • Alfredo Spagnuolo/US Avellino 1912

    Funcionário do Avellino não gostou do tempo extra no jogo contra o Perugia (foto)

    Funcionário do Avellino não gostou do tempo extra no jogo contra o Perugia (foto)

O Avellino, clube que disputa a segunda divisão do Campeonato Italiano, recebeu uma multa de mil euros (cerca de R$ 4,2 mil) por um motivo bastante insólito: um anúncio de um locutor de seu estádio.

Nesta segunda-feira, a equipe recebeu o Perugia no Stadio Partenio e venceu por 2 a 0, graças aos gols de Luigi Castaldo. No entanto, de acordo com o jornal La Repubblica, o árbitro Marco Piccinini deu sete minutos de acréscimos na etapa, provocando a ira da torcida local.

Ao anunciar os acréscimos, o locutor do estádio ironizou. "Haverá 12 minutos de acréscimo", avisou o funcionário do clube.

A ironia, porém, irritou os dirigentes italianos. Nesta terça-feira, Emilio Battaglia, superintendente esportivo da Serie B, anunciou a multa ao clube – segundo comunicado, "por ter o locutor do estádio, durante comunicação ao público, ironizado o tempo de acréscimo concedido no segundo tempo da referida partida".

Em nota oficial, o Avellino justificou a declaração do locutor, que não foi identificado. Segundo o clube, o anúncio foi um erro de comunicação sem intenção irônica.

O Avellino é o atual 15º colocado da Serie B italiana, que conta com 22 clube. O time soma 39 pontos em 34 jogos, com apenas dois pontos a mais que o Cesena – que ocupa atualmente uma das posições na zona de rebaixamento.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos