Inter aproveita o recesso para mudar time, opções e formação

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

  • Ricardo Duarte/Inter

    Odair Hellmann, técnico do Inter, comandou uma série de treinamentos no recesso

    Odair Hellmann, técnico do Inter, comandou uma série de treinamentos no recesso

Foram 20 dias sem jogos oficiais e muitas mudanças no Inter. O time que volta a ter competições no calendário na próxima quarta-feira passou por um processo de reciclagem durante o recesso e transformou-se mesmo praticamente sem novos nomes.

Foram apenas duas contratações e ambas já tinham estreado antes da parada. Tanto Rossi quanto Fabiano, agora, assumiram posto de protagonismo no time. Serão titulares na nova movimentação proposta por Odair Hellmann. O restante foram alterações de posicionamento das mesmas peças que já estavam no grupo.

Nova formação com D'Alessandro deslocado

A principal alteração na movimentação do Inter é tática. Em vez do 4-2-3-1 com D'Alessandro centralizado atrás do atacante, o time vermelho agora adota uma variação do 4-1-4-1 (sem a bola) com o 4-3-3 (com a posse da bola).

Desta forma, o gringo de 36 anos começou testado pelo lado direito com Wellington Silva na esquerda, mas o desempenho do ex-Fluminense nas atividades não foi considerado o melhor e logo alterações aconteceram. D'Ale foi deslocado para esquerda com Rossi entrando pelo lado direito.

Ao contrário do lado oposto, o argentino não precisa recuar para acompanhar o lateral da equipe adversária até o fim. O encarregado da cobertura é Patrick, que atua logo ao lado. D'Ale, mesmo iniciando as jogadas aberto, está livre para centralizar na trama com o atacante, por enquanto Roger já que Damião está lesioando.

Pottker de volta, Damião ainda não

O primeiro objetivo do Inter no recesso foi atingido. Nenhum jogador está mais entregue ao departamento médico. No entanto isso não significa que todos já estejam à disposição de Odair Hellmann.

O goleiro Danilo Fernandes cumpre o protocolo final de recuperação e ainda não será relacionado. Marcelo Lomba segue no gol. William Pottker está livre de qualquer problema e aos poucos retomará titularidade. Deve ser relacionado para o jogo. Por outro lado, Leandro Damião e Dudu começaram apenas o processo de recondicionamento físico.

Pressão, ritmo e escolhas

Algumas situações trabalhadas no período sem jogos mostram que a ideia do Inter é pressionar e adiantar as linhas. Nos trabalhos propostos, a principal conduta do time foi apertar o rival ainda no seu campo para reaver a bola o mais rápido possível.

Durante o período, também, jogadores que não vinham atuando ganharam ritmo. Rossi, que vinhe de suspensão no futebol chinês, Fabiano, que tinha apenas um jogo na temporada antes de chegar ao Inter, e Rodrigo Moledo, que só se firmou na equipe no fim do Gauchão, são exemplos disso.

E se uns ganharam espaço, outros não tiveram o mesmo aproveitamento de tempo. Camilo está ainda mais atrás na disputa por posição. Nico López chegou a ser testado no time de cima mas também não deu certo. Klaus tornou-se reserva de Moledo e mesmo quando estiver 100%, Danilo Fernandes não tem regresso garantido.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos