Corinthians faz reunião, abre cofres e fica perto de acordo com Balbuena

Dassler Marques

Do UOL, em São Paulo

  • Ale Cabral/AGIF

    Com três títulos, Balbuena se tornou uma das referências do Corinthians de Carille

    Com três títulos, Balbuena se tornou uma das referências do Corinthians de Carille

Em reunião no CT Joaquim Grava antes da finalíssima do Campeonato Paulista, o Corinthians ficou próximo da renovação de contrato mais esperada entre seus atuais jogadores. Com a presença do empresário paraguaio Renato Bittar, que chegou a publicar a ida ao CT em uma rede social, a direção do clube "aceitou abrir os cofres" para tornar Balbuena um dos mais bem pagos do elenco. Agora, acredita que pode anunciar a permanência dele nos próximos dias de forma oficial. 

Os números são mantidos em sigilo pelas partes, mas superam a oferta apresentada em setembro aos agentes de Balbuena. Na ocasião, o clube propôs um contrato de quatro anos com salários progressivos em US$ 80 (R$ 270 mil), US$ 90 (R$ 305 mil), US$ 100 (R$ 340 mil) e US$ 110 mil (R$ 370 mil). Já nesta nova reunião, os valores foram superados, o que colocará o paraguaio como um dos três jogadores mais bem pagos do time a partir da assinatura. Hoje, ele recebe R$ 180 mil por mês.  

Nesse novo acordo a ser colocado no papel, Balbuena ainda receberá uma gratificação em luvas pela extensão de seu vínculo por mais quatro anos, o que também protege o Corinthians da possibilidade de perder o zagueiro ao fim do ano. Com contrato atual apenas até dezembro, ele poderia assinar com uma nova equipe na virada do semestre, o que chegou a assegurar publicamente que não faria. 

Por outro lado, os dirigentes do Corinthians entendem que a renovação não é exatamente uma garantia de que o jogador ficará pelos próximos quatro anos. Explica-se: Balbuena é hoje um dos nomes mais cobiçados do elenco, tem planos de atuar na Europa e, prestes a completar 27 anos em agosto, não gostaria de esperar tanto tempo por isso. Nas negociações, o gerente de futebol Alessandro chegou a assegurar que a direção corintiana não iria se opor caso recebesse uma oferta de 8 milhões de euros (R$ 32 milhões). Esse contrato, porém, dá maior força ao clube para negociações. 

Eleito para a seleção do Paulista, Balbuena já disse a colegas de elenco e funcionários que a renovação foi acertada e restam apenas questões burocráticas para a assinatura. Na festa do torneio na segunda-feira, usou um tom mais comedido. "Tem muitas questões que são complexas. Não é bem simples como o pessoal acha. Mas acho que está tudo bem encaminhado. Eu e meus empresários temos a boa vontade, o Corinthians também. Estou muito tranquilo, está tudo bem encaminhado. Podemos ter surpresas", afirmou, enigmático.

Alessandro, por sua vez, foi mais otimista em sua declaração. "O próprio presidente (Andrés Sanchez) já manifestou por diversas vezes a vontade de renovar. A expectativa é de que futuramente, mais rápido do que se possa imaginar, a gente chegue ao fim dessa negociação e ele possa ficar no Corinthians por muitos anos", disse o ex-lateral. 

Entre os capitães do elenco ao lado de Fagner, Cássio, Jadson e Rodriguinho, Balbuena se tornou uma das figuras mais respeitadas do Corinthians, sobretudo desde que Fábio Carille assumiu o comando técnico no começo de 2017. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos