Kleber deixa Coritiba 'pelos fundos' e está por exames para fechar com Flu

Bruno Braz e Napoleão de Almeida

Do UOL, no Rio de Janeiro e em São Paulo

  • DANIEL CASTELANO/ELEVEN/ESTADÃO CONTEÚDO

    Kleber Gladiador está se transferindo do Coritiba para o Fluminense

    Kleber Gladiador está se transferindo do Coritiba para o Fluminense

O atacante Kleber Gladiador já está no Rio de Janeiro onde realiza exames para acertar sua transferência ao Fluminense. Sem ambiente no Coritiba, sua saída não chega a ser lamentada e significa ao clube paranaense um alívio aos cofres após a queda para a Série B do Campeonato Brasileiro.

Com um salário de cerca de R$ 200 mil, Kleber em 2017 teve mais uma temporada marcada por lesões e teve 73% de ausência no ano. Sua ida ao Tricolor representará uma economia ao Coxa de cerca R$ 2 milhões até o fim de 2018.

Segundo pessoas ligadas ao Coxa, o jogador demonstrava desinteresse desde o rebaixamento e "forçava" uma saída do clube. Ele participou da final do Campeonato Paranaense domingo passado, quando perdeu para o Atlético-PR e foi vice-campeão.

Embora a diretoria do Fluminense não confirme, a contratação de Gladiador não deverá incluir uma compensação financeira ao Coritiba.

Técnico da equipe, Abel Braga aprova a negociação:

"Nós o conhecemos muito bem. É um jogador de uma mais valia muito grande. Nós sabemos que se estivesse aqui, jogando ou não, aquele gol aos 50 minutos não acontecia (do Vasco, nas semis do Carioca). Houve uma situação anterior ao gol, que se tivéssemos ele, acabava o jogo ali. É um jogador que com tudo o que traz, será muito bom para nós. Caso se concretize, vai agregar experiência, qualidade, muita coisa ao grupo".

Exames trazem cautela ao Flu

Justamente pelo fato do atacante ter um histórico de lesões, os exames médicos que estão acontecendo nesta quarta-feira despertam todo um alerta e uma cautela antes do anúncio oficial da contratação por parte do Fluminense.

Caso se concretize o acerto, esta será a segunda vez que Kleber atuará no futebol do Rio de Janeiro. A primeira vez aconteceu em 2014, quando defendeu o Vasco na Série B e alternou bons e maus momentos.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos