Investigação aponta que PSG descumpriu regra para ter Neymar, diz jornal

Do UOL, em São Paulo

  • Dean Mouhtaropoulos/Getty Images

    Nasser A Klhelaifi, presidente do PSG

    Nasser A Klhelaifi, presidente do PSG

De acordo com reportagem do jornal inglês "Financial Times", investigações preliminares da Uefa mostram que o Paris Saint-Germain teria descumprido o regulamento do Fair Play financeiro para contratar Neymar e Kylian Mbappé. Com isso, o clube francês pode ser punido.

O fair play financeiro (FPF) foi criado em 2010 com o objetivo de evitar que um clube gaste mais do que arrecada sozinho. Segundo o "Financial Times", as primeiras investigações feitas pela Uefa concluem que o PSG teria superestimado o valor de seus patrocínios para poder contratar Neymar e Mbappé.

O PSG diz ter uma receita anual de cerca de 500 milhões de euros. Pelas regras, o clube pode gastar na temporada até 5% mais do que isso – algo em torno de 520 a 550 milhões de euros, incluídos entre essas despesas todos os gastos com o time, contratações, salários, luvas, premiações e outros. Com um aporte dos donos, esse número poderia aumentar para cerca de 650 milhões de euros, no máximo.

Antes da temporada, o PSG contratou Neymar por 222 milhões de euros e Yuri Berchiche por 16. Além disso, fechou com Mbappé por empréstimo com valor de compra fixado em 180 milhões de euros ao fim da campanha do clube.

Para apurar o tema e concluir se o PSG merece ou não ser punido por descumprir o regulamento, a Uefa deve consultar a empresa de consultoria Octagon, que será responsável por determinar o valor exato dos patrocinadores e apurar se elas correspondem ao valor do mercado.

Uma decisão só deve ser tomada ao fim da temporada. O PSG pode sofrer vários graus de punição, sendo o maior deles sua exclusão da Liga dos Campeões da Uefa.

O PSG já havia sido punido por descumprir o Fair Play Financeiro em 2014. Na época, a mesma irregularidade foi detectada: o clube informou valores de receitas com patrocínios superiores à realidade.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos