Inter muda sistema para proteger meio-campo e não vê D'Alessandro deslocado

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

O Internacional mudou de sistema. Pouco antes do período de 21 dias sem partidas oficiais, o técnico Odair Hellmann optou por abandonar o 4-2-3-1 e partir para o 4-1-4-1. E a justificativa para isso é a proteção ao centro do sistema defensivo.

"Num processo de consolidação de modelo e ideias de jogo, por mais que jogue com 4-2-3-1, 4-4-2, 4-2-4, indo com tripé por dentro, só a formatação já te traz uma segurança maior, um fortalecimento do centro do campo. Em muitos jogos precisaremos fortalecer o centro do campo. Vamos fazer como fizemos no Gre-nal e em vários jogos. Iniciamos mais fortalecidos por dentro e com as circunstâncias abrimos e lateralizamos os volantes", disse o treinador.

Ou seja, o plano é começar as partidas com Dourado (centralizado), Edenílson (logo à frente pela direita) e Patrick (pela esquerda) dando suporte e proteção a Rodrigo Moledo e Victor Cuesta. Dependendo do andamento da partida o movimento trabalhado nos treinamentos leva a formação ao 4-3-3 com o avanço dos pontas, D'Alessandro e Rossi.

O posicionamento de D'Ale, inclusive, não é considerado problema pela comissão técnica. Armador nato, o argentino começa os movimentos ofensivos aberto por um dos flancos, mas centraliza para trabalhar em uma zona de protagonismo na criação.

"Sempre o movimento do D'Alessandro é para armação. Todos os movimentos e tentativas de jogo treinadas para ele, e buscamos muito isso, é tentar se movimentar para aparecer e receber essa bola armando o jogo. Ele é um jogador de passe. Alguns momentos vai ter dificuldades, pela circunstância, outras mais facilidades. Isso foi com ele também. O D'Alessandro está do lado, mas é do lado para dentro, para armar o jogo. E tem bem estabelecido um conceito de marcação para não retornar com o lateral. Na troca, crescemos no segundo tempo, teve chance, o Rossi tirou a capacidade de transição do Vitória. Foi agressivo. O D'Ale criou. Vamos usar ele no movimento de armação independente do lado e da forma", afirmou Odair.

O Inter encara o Bahia no domingo pelo Brasileiro. Na próxima quinta, defende vantagem contra o Vitória no Barradão.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos