Quantidade de reforços por empréstimo faz Galo virar "time de aluguel"

Victor Martins*

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Thiago Ribeiro/AGIF

    Matheus Galdezani, do Coritiba, é o sétimo jogador que chega por empréstimo

    Matheus Galdezani, do Coritiba, é o sétimo jogador que chega por empréstimo

Nessa quinta-feira o Atlético-MG confirmou a contratação do volante Matheus Galdezani, de 26 anos, que chega por emprestado do Coritiba até dezembro. Assim como aconteceu nas demais contratações da temporada, o jogador chega à Cidade do Galo sem nenhum custo pela operação, apenas com o clube mineiro assumindo o pagamento dos salários na totalidade.

Com Matheus Galdezani o Atlético fez sua oitava contratação para a temporada 2018. Entre os jogadores que chegaram para defender o clube neste ano, o volante é sétimo que foi contratado por empréstimo até dezembro. A exceção é o atacante Ricardo Oliveira, que ficou sem vínculo com o Santos e assinou por duas temporadas com o Galo.

Portanto, assim como Matheus Galdezani, o lateral direito Samuel Xavier, o zagueiro Iago Maidana, o volante Arouca, o meia Tomás Andrade e os atacantes Erik e Róger Guedes têm vínculo com o Galo somente até dezembro.

Nessa lista, alguns chegaram à Cidade do Galo com os direitos fixados, caso do meia Tomás Andrade, que custará cerca de R$ 14 milhões se o Atlético optar pela permanência do meia. Já outros estão emprestados sem um valor determinado para a aquisição, como acontece com os atacantes Erik e Róger Guedes.

A situação de Matheus Galdezani é um pouco mais complicada. Após se destacar no CRB, durante a Série B do Campeonato Brasileiro de 2016, o volante foi contratado pelo Coritiba, por empréstimo, do Mirassol. O rápido sucesso com a camisa alviverde fez a diretoria do clube paraense acertar a aquisição do jogador, por R$ 3 milhões.

No entanto, o Coritiba caiu de produção na sequência do último Brasileirão. Galdezani foi um dos que mais decepcionaram na campanha que culminou com o rebaixamento do Coxa. A queda técnica e a questão financeira afastaram o jogador do começo desta temporada, já que o Coritiba mudou de diretoria e o novo comando do clube não concorda em pagar R$ 3 milhões pelo volante.

O empréstimo sem custos para o Atlético é uma cartada da diretoria coxa-branca, que aposta na valorização do atleta e uma possível venda, seja para o próprio Galo ou para outra equipe, deixando assim o Coritiba livre da dívida milionária com o Mirassol.

*Colaborou Napoleão de Almeida.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos