Revolta da Juventus quase virou briga a caminho do vestiário, diz jornal

DO UOL, em São Paulo

  • AP Photo/Francisco Seco

A revolta dos jogadores da Juventus com a marcação de um pênalti no último minuto a favor do Real Madrid quase terminou em briga no túnel de acesso aos vestiários do Estádio Santiago Bernabéu na última quarta-feira. Segundo o jornal catalão "Sport", o clima quente no local envolveu atletas dos dois times e membros da arbitragem.   

A publicação diz que os jogadores da Juventus e o técnico Massimiliano Allegri foram tirar satisfações com a arbitragem, mas a discussão se estendeu aos atletas do Real Madrid que passavam pelo túnel comemorando a vaga na semifinal da Liga dos Campeões.

Coube ao zagueiro Sergio Ramos, que estava no local apesar de não ter participado do jogo, acalmar os ânimos. Ao final do princípio de confusão, o jogador merengue deu um abraço no goleiro Buffon, encerrando as discussões.

Depois de vencer por 3 a 0 na Itália, o Real Madrid perdia pelo mesmo placar até o último minuto de jogo, quando o árbitro marcou um pênalti em cima de Lucas Vázquez. Cristiano Ronaldo acertou a cobrança e garantiu a vaga aos espanhóis.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos