TJD anula pena e Rildo está liberado a atuar no Vasco até novo julgamento

Do UOL, no Rio de Janeiro

O Tribunal de Justiça Desportiva (TJD-RJ) decidiu por anular a decisão da 5ª Comissão Disciplinar que havia suspendido o atacante Rildo por 180 dias ou até que o meia João Paulo, do Botafogo, voltasse aos treinos. Com isso, o jogador está liberado para atuar pelo Vasco até o novo julgamento, que acontecerá dia 26 de abril.

O argumento que motivou a anulação da pena foi o acordo feito entre a defesa do atleta e a Procuradoria no sentido de julgar uma suspensão de três jogos diretamente no Pleno. Caso seja negada essa proposta, um novo julgamento será marcado.

O episódio de Rildo aconteceu na última rodada da fase de grupos da Taça Rio, no clássico entre Botafogo e Vasco. Na ocasião, o atacante dividiu uma bola com João Paulo e acabou fraturando a perna direita do meia alvinegro em duas partes. 

João Paulo passou por cirurgia e recebeu a visita de Rildo, que pediu desculpas e garantiu não ter tido maldade no lance. 

De acordo com os médicos do Botafogo, o prazo de recuperação do meia é de, no mínimo, seis meses.

Com a liberação do TJD, Rildo - que havia deslocado o ombro direito no mesmo jogo - pode aparecer entre os relacionados do Vasco contra o Atlético-MG, neste domingo, em São Januário, pela primeira rodada do Campeonato Brasileiro.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos