Jogo em Honduras termina com pancadaria generalizada em campo

Do UOL, em São Paulo

A vitória do líder do Apertura hondurenho, o Marathón, na casa do Vida, na última quinta-feira, foi marcada por uma briga generalizada entre os jogadores das duas equipes no último minuto de jogo. Chutes, socos, gente caída no campo e muita confusão foram as cenas que se espalharam do triunfo do Marathón por 1 a 0.

 A polêmica começou nos acréscimos, em um lance de bola perdida na lateral do gramado. Christian Cálix e Miguel Valerio discutiram pela disputa da bola e começaram a se estranhar. Depois.vários atletas das duas equipes entraram na confusão.

 O trio de arbitragem também teve vida dura após a confusão amainar. O juiz Raúl Castro e seus assistentes levaram três horas para deixar o estádio porque torcedores do Vida ficaram esperando e os ameaçando de agressão na rua. A polícia foi acionada, mas demorou bastante para que os ânimos se acalmassem.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos